Poder

Líder do governo Flávio Dino é alvo de investigação da Polícia Federal

A Polícia Federal investiga denúncias envolvendo o deputado estadual Rogério Cafeteira (PSB), que teria feito movimentações financeiras, consideradas atípicas.

As movimentações que são consideradas suspeitas, foram informadas pelo relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e encaminhadas à Receita Federal, Ministério Público Federal e à Polícia Federal.

Atendendo a pedido da Procuradoria Regional da República, que tem competência para investigar e denunciar deputados estaduais, a PF abriu inquérito e investiga se houve ilícitos nas transações bancárias do parlamentar.

Líder do governo Flávio Dino (PCdoB) na Assembleia, Cafeteira já prestou, inclusive, depoimento na Superintendência da Polícia Federal do Maranhão e mantém sob extremo sigilo o caso.

O Conselho de Controle de Atividades Financeiras – COAF, é o órgão responsável pela prevenção e combate a prática do crime de lavagem de dinheiro.

Se for denunciado, Rogério Cafeteira pode ser enquadrado no artigo 1º da Lei 9613 (Lavagem de dinheiro) – “Ocultar ou dissimular a natureza, origem, localização, disposição, movimentação ou propriedade de bens, direitos ou valores provenientes, direta ou indiretamente, de infração penal”.

Outra Investigação
Não é a primeira vez que Rogério Cafeteira é alvo de investigado pela Polícia Federal. Antes de tornar-se parlamentar, Cafeteira teve o nome envolvido num inquérito da PF que investigava esquema de superfaturamento de obras de assentamento do Incra no Maranhão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Líder do governo Flávio Dino é alvo de investigação da Polícia Federal”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Frederico

    Aquela região central do Maranhão a Polícia Federal tem que ir por lá olhar os desvios de dinheiro público.

    Barra do Corda
    Tuntum
    Presidente Dutra

    Muitos desvios de Milhões nas Prefeituras da região central do MA.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários