Poder

Decretada preventiva do condutor do veículo que vitimou médico

A juíza Janaína Araújo de Carvalho, da Central de Inquéritos e Custódia da Comarca da Ilha de São Luís, decretou a prisão preventiva de Gilson Carlos Barros Ferreira, 32 anos, acusado de atropelar e matar o médico Luís Carlos Cantanhede, 56 anos.

O acidente ocorreu na manhã do domingo (25) na Estrada de Ribamar. Segundo a polícia, o motorista que provocou o acidente estava embriagado e dirigia na contra-mão em alta velocidade.

Para o delegado Sebastião Uchôa, o condutor chegou a confessar que ingeriu bebida alcoólica.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários