Poder

Em 2016, funcionários “fantasmas” receberam R$ 236 mil em Pinheiro, diz CGU

Durante uma fiscalização na Prefeitura de Pinheiro, a Controladoria-Geral da União detectou que no período de julho a dezembro de 2016, na gestão de Filuca Mendes (PMDB), pessoas receberam salários sem prestar serviços no Hospital Antenor Abreu.

O valor pago àqueles funcionários “fantasmas” foi de R$ 236.852 mil.

Segundo relatório da CGU obtido pelo Blog do Neto Ferreira, os dados foram colhidos no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES).

Veja abaixo a relação:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários