Poder

A conversa entre Carlos Lula e dono do ICN interceptada pela Polícia Federal

Gravações autorizadas pelo Justiça Federal no âmbito da Operação Pegadores, deflagrada no mês passado contra empresários, políticos e servidores da saúde pública estadual, colocam o secretário de Estado de Saúde, advogado Carlos Lula em uma situação extremamente delicada.

Lula foi gravado em uma conversa ao celular com o dono do Instituto Cidadania Natureza (ICN), Benedito Silva Carvalho, onde tratavam sobre “folha complementar” que continha nomes de apadrinhados, servidores e aliados políticos da base do governo Flávio Dino.

O diálogo obtido com exclusividade pelo Blog do Neto Ferreira foi interceptado pela Polícia Federal em setembro de 2015, quando Lula assumiu a subsecretaria de Saúde e, meses após, tornou-se titular da pasta substituindo o médico Marcos Pacheco.

Na conversa, o secretário afirma a Benedito, que já recebeu a relação do balanço de alguns meses das unidades hospitalares e se mostra interessado em saber a quantidade de profissionais que trabalhavam nos hospitais.

O proprietário do ICN fica surpreso ao saber que números de funcionários não tinham sido encaminhados para Lula e volta a insistir que mandou a lista. Carlos Lula, por sua vez, garante que irá procurar o documento.

Em outro trecho, Benedito comenta que Alana [secretária de Carlos Lula] tinha pedido para mandar a “folha complementar”, na qual saía da Secretaria de Saúde com destino ao ICN para pagar os funcionários. “Outra coisa que eu quero lhe dizer é que… é que… o que ‘cê’ precisar de outros dados… ela tá me pedindo agora, doutora ALANA, pra que eu mande essa relação, dessa Folha Complementar, é… a relação de pessoas daí da Secretaria que mandavam a gente pagar… “

A “folha complementar” é uma peça importante para juntar o quebra-cabeça do esquema que desviou milhões da saúde do Maranhão entre os anos de 2015 e 2017. A PF chegou a pedir abertura de inquérito contra Lula no Tribunal Regional Federa, da primeira Região, após indícios de que o mesmo sabia de todo esquema e deu continuidade a determinados atos nada republicanos, a exemplo de pagamentos a funcionários fantasmas

A trama foi montada com a participação de Organizações Sociais, empresas de fachada, funcionários fantasmas e servidores da Saúde. Para desbaratar o esquema, a PF deflagrou a Operação Pegadores, 5ª fase da Sermão aos Peixes, que apura indícios de desvios de recursos públicos federais por meio de fraudes na contratação e pagamento.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

3 comentários em “A conversa entre Carlos Lula e dono do ICN interceptada pela Polícia Federal”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Paulo Castro

    Só vagabundagem nessa saúde comandada por esse imbecil Lulete e seu bando de capetas.
    E porque essa PF nao prende logo esses bandidos da saúde.Tao esperando o quê?
    Tá tudo podre nessa Administração comunista!!!!
    .

  2. Antônio

    Carlos LULA ESSE sobrenome diz tudo! kkkkkkkk

  3. Leticia

    Puta merda…. batom na cueca…. Ele vai já responder que era a voz de Sarney

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários