Poder

Roberto Rocha retorna ao PSDB e implode coligação com PCdoB

O gabinete do senador Roberto Rocha, em Brasília, esteve recheado do núcleo forte tucano nesta quarta-feira (13).

A executiva nacional tucano convidou Rocha para se filiar ao PSDB, que aceito e deve anunciar nesta semana.

O vice-governador Carlos Brandão (PSDB) não se manifestou sobre o assunto, que gerou uma implosão na tentativa de coligar os tucanos e comunistas nas eleições de 2018.

Estiverem na ocasião o presidente nacional do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), senadores Antonio Anastasia (MG), Ricardo Ferraço (ES), Paulo Bauer (SC), Cássio Cunha Lima (PB) e o deputado Silvio Torres, secretário-geral do partido

O senador Tasso assegurou pleno apoio ao projeto político que será liderado pelo senador no Maranhão contra o governador Flávio Dino (PCdoB). Jereissati enalteceu a liderança de Sebastião Madeira em Imperatriz.

Ricardo Ferraço, senador pelo PSDB, destacou que a chegada de Roberto Rocha corrigiria uma distorção no quadro atual de alianças políticas no Maranhão.

De acordo com a executiva nacional, será marcado uma data para a assinatura de filiação, que terá a presença do governador de São Paulo Geraldo Alckmin.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários