Poder

Nicolao Dino é barrado na posse de Raquel Dodge

Do Portal R7

6vqidk95ls_3bltkbjpjv_file

O subprocurador-geral da República Nicolao Dino foi barrado na manhã desta segunda-feira (18) na entrada da cerimônia de posse da procuradora-geral Raquel Dodge. Após conversar com os seguranças, Dino foi liberado e participou do evento. Aparentemente, portanto, o constrangimento não foi intencional, apenas erro do cerimonial.

Nicolao Dino foi o candidato mais votado na lista tríplice elaborada pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) com sugestões do Ministério Público Federal para o cargo de procurador-geral da República em junho. Apesar da tradição entre os presidentes da República de nomear sempre o mais votado pelos procuradores, Temer nomeou a segunda da lista, Raquel Dodge.

Nos bastidores, as explicações dadas ao veto de Temer ao nome de Dino são: a proximidade do vice com o agora ex-procurador Rodrigo Janot e o fato de ser irmão do governador do Maranhão Flávio Dino (PC do B), inimigo político de José Sarney, que ainda comanda o PMDB de forma discreta.

Ministro também barrado

Além de Dino, o ministro Marco Aurélio Mello, do STF, também demorou para ser liberado na entrada e teve que dizer várias vezes para os seguranças: “eu sou ministro do Supremo. Eu sou ministro do Supremo”. Marco Aurélio estava acompanhado de sua mulher e conseguiu entrar após convencer a segurança.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários