Poder

José Joaquim e Nelma Sarney vão polarizar a eleição do TJ

page

A polarização da eleição do Tribunal de Justiça do Maranhão vai ser entre os desembargadores Nelma Sarney e José Joaquim. Joaquim confirmou ao Blog, na última sexta-feira (01), que é candidato à presidência da corte (reveja)

O quadro eleitoral do Tribunal é o mais incerto dentre todas as eleições, sendo atípico devido circunstâncias que possibilitaram três desembargadores de concorrer ao pleito.

Procurados pela reportagem, alguns desembargadores, que preferiram não se identificar, divergiram sobre pontos da eleição como – por exemplo -, Nelma Sarney ser a candidata natural para suceder o presidente Cleones Cunha.

Na avaliação de outro membro da corte, há possibilidade, segundo artigo 102 da Lei Orgânica da Magistratura (LOMAN), de três desembargadores serem elegíveis (disputar a eleição) para a Mesa Diretora do TJ: Nelma Sarney, José Joaquim e Marcelo Carvalho.

Um terceiro desembargador revelou que a eleição está acirrada, inclusive, gerando um racha explícito no Tribunal por grupos pró-Joaquim e pró-Nelma.

A eleição para o biênio 2018/2019, que ocorrerá no dia 4 de outubro, promete esquentar os ânimos dos desembargadores.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários