Poder

Áudio revela propina entre COMEFC e prefeita; Vale sabia

IMG-20170317-WA0240

Prefeita de Vila Nova dos Martírios e presidente da COMEFC, Karla Batista

Áudio, obtido com exclusividade pelo Blog do Neto Ferreira, revela um escândalo de corrupção, que envolve a diretoria do Consórcio do Municípios dos Corredores Multimodais do Maranhão – COMEFC, funcionários da Vale S/A e empreiteiros.

A COMEFC é presidida pela prefeita de Vila Nova dos Martírios, Karla Batista, e tem como diretor administrativo Dilton Carvalho Ribeiro. Ambos aparecem como personagens principais em uma conversa sobre licitações que se dá entre 2 empresários do ramo da construção.

O Consórcio do Municípios dos Corredores Multimodais do Maranhão – COMEFC tem a participação de 22 municípios percorridos pela Estrada de Ferro Carajás no Maranhão, com o objetivo central de melhorar o nível do IDH-M dos municípios no raio de ação da Ferrovia.

O diálogo trata de um esquema de propina que seria repassada para Karla Batista e Dilton, que comandam a rede de fraudes, para que contratos fossem firmados com tais empresas.

De acordo com trechos do áudio, o diretor e a presidente receberiam 10% em propina, cada um, pelas obras realizadas pelo Consórcio e a Vale estava sabendo de toda a articulação. “HN1*- O financeiro disso aqui quem resolve é o Consórcio. Não é o prefeito que paga.” E o HN2* questiona: “quem paga é o sr. Dilton?” E o HN1 responde: “É! Quem paga é ele. 5 a 10 dias está na conta. A vantagem disso aqui, cara, é que você tem certeza que o valor daquela obra está guardado lá para você receber.”

HN2 volta a perguntar: “é a Vale né?” HN1 confirma: “E você não tem que ta correndo atrás de prefeito, dessa loucura que a gente vive não. Porque tu sofre com isso. Você senta numa cadeira, o prefeito entra por uma porta, sai por outra, e tu tá la.” HN2 quer ter certeza que o contrato é de confiança e questiona: “mas a prefeita de Vila Nova [dos Martírios] já está tudo acertadinho?” E o HN1 garante: “tudo, tudo, tudo casado.”

Ainda desconfiado da situação, HN2 quer saber se a Vale está sabendo da negociação: “e o pessoal da Vale está por dentro?” E o HN1 volta a dizer: “tá! Claro que o pessoal da Vale tem que está sabendo.” Então, HN2 pergunta: “então, quem (inaudível) o pessoal da Vale é a gente ou o Dilton?” E o HN1 confirma e fala que a ponte entre a Vale e a Karla Batista é o diretor Dilton: “Dilton! Ele que é a ponte”.

Em outra parte da conversa, os empreiteiros tratam sobre os valores que tem que repassar para a prefeita de Vila Nova dos Martírios e como se daria esse repasse. Dialogam também acerca de obras a serem realizadas no município e o orçamento das mesmas que são contempladas pelo Consórcio.

HN2 pergunta: “tu tem o valor das obras lá, de Vila Nova [dos Martírios]?” HN1 diz que sim: “tenho! Dá 3.200.000 milhões essas obras lá. Reforma e manutenção.” HN1 completa: “De reforma e manutenção de escola. De construção, quer dizer. Reforma e manutenção e outra é construção.” HN2 questiona: ” Dá 3.200.000 [milhões]?” E o HN1 garante:”3.200.000 [milhões]! Foi o que ele [Dilton] me falou no período.”

E os dois continuam com acertando as negociações. HN2 – “Sim! Vamos só acertar! A gente dá esse dela. Quanto é o percentual da prefeita lá?” HN1 afirma: “não tem percentual dela. Esse percentual é os 10%. Mas se conseguisse, no caso 150 [mil], entraria no valor dela os 10%. Que se der os 40% de 3.200.000 vai dar certinho. Vai dar 180 mil né? Não seria isso? Ela receberia 150 [mil], aí ficaria 30 [mil] para gente pagar depois, só que não pagaria agora. Esses 30 [mil] a gente pagaria no final da obra.”

HN2 tenta entender os cálculos: “ah, então deixa eu ver. Lá tem 3.200.000,00 milhões de obras em Vila Nova dos Martírios.” E HN1 explica: “isso. No P0. Coloca no P0 que vai precisar de R$ 150 mil.” E HN2 questiona: “vai ter que dar 150 mil para Karla?” HN1 detalha o motivo: “é! Para resolver o problema jurídico dela.”

E a partir disso os empreiteiros começam a fazer os cálculos para saber quanto terão que dar como propina. HN1: “aí vamos lá. O valor da obra aí. [Ele faz conta para saber o valor exato que tem que repassar para prefeita]” HN2, confuso, pergunta: “então, desses R$ 128 mil seria?” E HN1 reponde: “os 40%. É 1.280.000,00 milhão”.

HN2: “ah, a Vale vai liberar R$ 1.280.000,00 milhão. A comissão da prefeita quanto?” HN1 responde: “seria os 10% do valor [3.200.000,00 milhões], R$ 320 mil”. HN2 volta a questionar: “então, R$ 320 mil seria a comissão dela. Então, a gente receberia da mão da prefeita 1.280.000,00 milhão que a Vale pagaria…”

HN1 explica mais uma vez: “R$ 150 mil, que a gente já passou para ela. É! Nós já não passamos 150 para ela? Ela não receberia nada aqui. Ficaria conosco o dinheiro. E ela só iria receber a diferença de 320 para 150, que dá 170 no final do trabalho.” HN2 ratifica: “quando terminasse as reformas das obras dela a gente pagaria”. E HN1 fala: “isso! A gente pagaria o restante”.

Em tempo: *HN1 e HN2 são os empreiteiros que não foram identificados pelo Blog.

Ouça a íntegra do diálogo abaixo:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

7 comentários em “Áudio revela propina entre COMEFC e prefeita; Vale sabia”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Qieiroz

    Está aí os sonhos do Dilton sendo realizado!
    Pois ele se rebelou contra a Cristiane Damião e
    O Leoncio ex diretor, em seguida colocou todos os prefeitos
    Contra min, tudo em busca de vantagens, e como
    Não aceitei sua doutrina diabólica, armou contra min
    E a Carla Batista é bem claro né?. Ele realmente
    tem portas abertas na Vale e sabem dos comandos
    feitos por ele. Se realmente for investigado, não
    Demoram muito para prenderem ele com suas falcatruas.

  2. Helio

    Foi a denúncia mais estapafúrdia que já ouvi de um gestor. Carla Barista é uma pessoa íntegra, isso tá parecendo armação de gente que perdeu eleição do consórcio e agora tenta sujar o nome dessa mulher que tem uma vida pública toda pautada no bom tratamento das coisas da população. Mentira deslavada!!

  3. Freitas Filho

    Quem conhece Carla Batista está achando graca dessa armação mau feita e suja. Coisa de Bandido

  4. natan

    Saiu o Leôncio e entrou o Dilton, junto com Ariosto e outros sacanas. O difícil é saber quem é o mais ladrão. Só muita cadeia neles e na Prefeita. Esses caras roubam, passam a perna em todo mundo e acham que vão conseguir ficar impunes para o resto da vida. Um dia a casa cai. Isso é só o começo.
    Já tem alguns com os bens bloqueados.

  5. fodiolino

    Ouvi atentamente a gravação, e pelo conteúdo, talvez a prefeita presidente nem saiba que estão fazendo essa sacanagem. Vejam que eles combinam que a prefeita só receberia a propina dela no final.
    Mas não há dúvida de que estão roubando, mesmo vendo pessoas presas todos os dias na Lava Jato. Não tem jeito pra ladrão.

  6. verás

    Está a prova do porque não sobra dinheiro pra pagar os funcionários, se pega propina, pega também o nosso dinheiro, misericórdia.

  7. Vale é citada em esquema de ‘propina’ com a COMEFC no MA « Neto Ferreira – Conteúdo Inteligente

    […] Na última sexta-feira (11), o Blog publicou trechos de diálogos que aparecem empreiteiros negociando porcentagem dos contratos que seriam repassados para a presidente do COMEFC e prefeita de Vila Nova dos Martírios, Karla Batista e diretor do Consórcio, Dilton Carvalho. (Relembre) […]

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários