Poder

Promotoria pede que Prefeitura recupere ruas de Cantanhede

mpmahor1505

A Promotoria de Justiça da Comarca de Cantanhede ingressou com Ação Civil Pública, em 24 de julho, contra o referido Município, pedindo o reparo e a manutenção da camada asfáltica das principais ruas e avenidas da cidade. Foi indicado prazo de dez dias para o início dos trabalhos.

Na ação, foram elencadas as ruas Cajuí, Nova, 10 de Outubro, Entrada do Cajuí e Aeroporto, além das avenidas Rio Branco e Nossa Senhora da Conceição. Em caso de descumprimento, foi sugerido o pagamento de multa diária no valor de R$ 10 mil.

O promotor de justiça Tiago Carvalho Rohrr, autor da ACP, afirmou que as ruas e avenidas de Cantanhede estão degradadas, repletas de buracos e crateras, o que causa transtornos à população local, dificultando o tráfego de veículos e facilitando a ocorrência de assaltos. “Basta transitar pelas vias da cidade para cair nos buracos e começar a perceber o perigo que correm os que ali trafegam”, afirmou.

O representante do Ministério Público do Maranhão enfatizou que, anteriormente, além de ofícios enviados pedindo a solução do problema, o MPMA realizou uma reunião, em 27 de abril deste ano, na qual o prefeito Marco Antônio Rodrigues de Sousa se comprometeu a atender a demanda, no prazo de 60 dias.

No entanto, transcorrido o tempo concedido, nada foi feito, não havendo qualquer intervenção para recuperar a camada asfáltica das ruas e avenidas da cidade.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Promotoria pede que Prefeitura recupere ruas de Cantanhede”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Pedro

    Virou moda o Poder Judiciário através de promotores, juízes, determinarem às prefeituras asfaltar tais e tais ruas e fazer melhoramentos em outras.
    Hoje não precisa mais fazer campanha e assumir um cargo no Poder Executivo, basta assumir cargo no Poder Judiciário.
    Gostaria de saber se Promotor de justiça, juiz é prefeito, atualmente estamos vivendo uma ditadura do poder judiciário que interfere no legislativo e no executivo e quem determina os juízes a dar agilidade nos processos que passam tanto tempo para se em julgados? Quem determina os juízes a analisarem pedidos de liminar que demora tanto para serem emitidas.
    Se o poder judiciário se preocupassem com o que é da sua alçada não teríamos uma justiça tão lenta e injusta.
    PE SE NISSO! ! !

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários