Poder

PSDB pode decidir desembarque do governo Temer na segunda (12)

Da Folha

Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, participa de evento que celebra os 15 anos da Sabesp na Bolsa de Nova York, nesta segunda

Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, participa de evento que celebra os 15 anos da Sabesp na Bolsa de Nova York, nesta segunda

Com a participação dos presidentes estaduais, a Executiva Nacional do PSDB pode decidir na segunda-feira (12), em Brasília, o desembarque do governo Michel Temer.

Uma reunião foi convocada para as 17h para analisar a “conjuntura política” do país. O encontro será coordenado pelo presidente interino do partido, o senador Tasso Jereissati (CE).

A reunião aconteceria já nesta quinta (8), mas com o prolongamento até sábado (10) do julgamento no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que pode cassar o mandato do presidente, a agenda foi revista.

Após um almoço nesta quarta (7) com a bancada do partido no Senado, Jereissati afirmou que o partido “não precisa ter cargo e ministérios para continuar apoiando as reformas”. Segundo ele, a próxima segunda é o “limite” para que o partido decida sobre a permanência no governo.

A presença dos presidentes estaduais foi solicitada numa reunião no mês passado. O entendimento foi de que a crise era grave e a base do partido precisava ser “ouvida e envolvida”.

No convite enviado aos presidentes estaduais de partidos, consta da pauta que haverá discussão para “referendo das ações adotadas pelo partido”. Ninguém, porém, soube explicar do que se trata.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários