Poder

João Alberto é eleito pela 6ª vez presidente do Conselho de Ética do Senado

Peemedebista é ligado ao ex-senador Sarney e à cúpula do partido.

O Globo

Senador João Alberto.

Senador João Alberto.

Com senadores investigados pela Lava-Jato, o Senado instalou, nesta terça-feira, seu Conselho de Ética e elegeu para a presidência, pela sexta vez e por aclamação, o senador João Alberto (PMDB-MA). Ele é ligado ao ex-senador José Sarney (PMDB-AP) e à cúpula do PMDB.

O senador Lasier Martins (PSD-RS) foi o único a se opor à candidatura de João Alberto e lançou o nome do senador Valadares (PSB-SE):

— Eu voto contra por entender que está na hora de mudar. São 12 anos na presidência do Conselho de Ética, com um trabalho muito lento. Esse conselho precisa funcionar mais ativamente.

Suplente do conselho, o senador Jader Barbalho (PMDB-PA) se irritou com Lasier Martins e o comparou ao ex-senador Demóstenes Torres (sem partido-GO), que era conhecido pelo discurso em favor da ética até ser cassado por sua ligação com o bicheiro Carlinhos Cachoeira.

— Eu voto a favor, conheço o senador João Alberto. Já tivemos aqui um senador de Goiás dando lição de moral nos outros e depois foi revelada sua ligação com Carlinhos Cachoeira.

Lasier Martins se defendeu das alfinetadas de Jader Barbalho dizendo que o seu processo no STF é diferente de corrupção — é investigado por suposta agressão a mulher — e não se sente inabilitado para participar do Conselho de Ética. E criticou a eleição de João Alberto pela sexta vez para comandar o órgão que decide a vida dos senadores investigados.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários