Poder / Política

Palácio dos Leões gera mais uma inimizade partidária

flavio-dino-marcio-jerry-940x540

Após o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), chamar o prefeito de São Paulo, João Doria, de Berlusconi do Brasil, que é do mesmo partido do vice-governador, Carlos Brandão, o PSDB, o presidente estadual do PCdoB e secretário de Comunicação e Articulações Políticas do Maranhão, Márcio Jerry, continuou “detonando” futuros aliados políticos.

Na terça-feira (11), após a divulgação da lista da Odebrecht que acusa políticos de receber propinas, Jerry fez um retweet de uma publicação do jornal Folha de São Paulo que tinha como título “Fachin manda investigar Sarney e Costa Neto por suposta propina”.

Valdemar Costa Neto é membro do Partido Republicano (PR) e já foi presidente nacional da legenda, porém, ainda, tem muita força dentro do partido, que agora é comandado pelo senador Antônio Carlos Rodrigues.

Desse modo, o secretário de Comunicação vai afastando qualquer possibilidade do PR apoiar Flávio Dino nas eleições de 2018. Assim, como fez o próprio governador em relação ao PSDB.

Com tais atitudes o Palácio dos Leões vai para o pleito do ano que vem completamente enfraquecido, afinal não é somente com partidos político que a cúpula do PCdoB anda fazendo inimizades, mas também com a imprensa.

marcio


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários