Poder

Instituto Bem Brasil ganha mais 4 contratos de R$ 5,4 milhões em Paço do Lumiar

A empresária e proprietária do Instituto Interamericano de Desenvolvimento Humano – Bem Brasil, Alzira Quirino da Silva, encontrou a sua verdadeira mina de ouro em Paço do Lumiar.

Sem participar de licitações, a dona do Bem Brasil ganhou mais 4 contratos milionários na Prefeitura luminense para fornecer mão de obra terceirizada para os cargos de auxiliar de Serviços Gerais, agente de Portaria – Diurno, e agente de Portaria – Noturno.

Para executar o serviço, o Instituto receberá R$ 5.420.871,31 milhões e todos tem vigência de apenas 90 dias, ou seja, o contrato valerá até 22 de maio de 2017.

O altíssimo valor foi distribuídos pelas Secretarias municipais, onde serão desenvolvidos os serviços.

De acordo com o Diário Oficial, da pasta de Administração e Finanças, a empresa receberá cerca de R$ 366.491,29 (trezentos e sessenta e seis mil quatrocentos e noventa e um reais e vinte e nove centavos).

Já da Secretaria de Educação, o montante que será repassado ao Bem Brasil é de R$ 3.796.275,22 (três milhões setecentos e noventa e seis mil duzentos e setenta e cinco reais e vinte e dois centavos).

A pasta de Desenvolvimento Social pagará cerca de R$ 563.783,45 (quinhentos e sessenta e três mil setecentos e oitenta e três reais e quarenta e cinco centavos) e a Secretaria de Saúde desembolsará a quantia de R$ 694.321,35 (seiscentos e noventa e quatro mil trezentos e vinte e um reais e trinta e cinco centavos).

Mas esses não são os únicos contratos milionários firmados entre a Prefeitura de Paço do Lumiar e o Instituto Interamericano de Desenvolvimento Humano.

Em março, a empresa faturou outro acordo com dispensa de licitação no valor de R$ 5.420.871,30 (cinco milhões quatrocentos e vinte mil oitocentos e setenta e um reais e trinta centavos) para prestar serviços na sede do Executivo municipal. (Saiba mais)

Se somados todos os contratos, o Bem Brasil vai lucrar R$ 10.841.742,61 milhões sem ter participado de qualquer processo licitatório.

O Ministério Público tem que averiguar o caso.

paço2

paço9

paço10


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários