Poder

Dono de empresa que ganhou milhões no governo Flávio Dino é investigado no Piauí

1389846_401562149969758_253008713_n

O proprietário da empresa piauiense Dimensão Distribuidora de Medicamentos, Jadyel Silva Alencar, desde 2016 vem fazendo fortuna no Maranhão. E, ao que parece, não pretende sair do Estado tão cedo.

O empresário foi agraciado com contratos milionários na Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares-EMSERH, órgão ligado ao governo Flávio Dino (PCdoB) e que tem como presidente presidente Ianik Rafaela Lima Leal. Todos com dispensa de licitação. Além de ganhar acordos com valores altíssimos nas Prefeituras de Mirador e Coroatá (saiba mais).

Mas o que poucos sabem é que Jadyel Alencar é investigado por desviar medicamentos do Ministério da Saúde (de venda proibida) que estavam estocados no depósito da Secretaria de Saúde do Estado do Piauí – SESAPI.

Em 2011, o dono da Dimensão foi alvo de uma operação deflagrada pela delegacia de Combate a Crimes de Ordem Tributária (Decooterc), juntamente com o núcleo de inteligência da Secretaria estadual de Fazenda, que estouraram um depósito de medicamentos localizado na rua Piripiri, no bairro Pio XII, contendo medicamentos desviados da SESAPI.

A equipe investigava um depósito supostamente clandestino na zona Sul de Teresina, que revelou o desvio de remédios de dentro da própria secretaria estadual de Saúde (SESAPI). Na época, as informações eram de que os desvios chegavam a até R$ 3 milhões.

Já em 2015, o juiz federal Agliberto Gomes Machado acolheu a denúncia do Ministério Público Federal e rejeitou o pedido de Jadyel Alencar de ser absolvido sumariamente ato criminal imputado a si.

Essa não é primeira vez que a Emserh contrata, com dispensa de licitação, empresa envolvida em atos de corrupção no Piauí.

No começo do ano de 2017, o Blog do Neto Ferreira publicou uma série de reportagem acerca da contratação da Distrimed Comércio e Representações Ltda, que é proibida de contratar com o Poder Público, poi foi alvo da Polícia Federal do Piauí, durante a deflagração da operação Grangrena. À época, foi descoberto que a empresa estava envolvida a em um esquema criminoso que desviou R$ 7 milhões dos cofres públicos do Piauí. A PF identificou que quatro empresas ganhavam constantemente as licitações em preços por lotes e, ao entregar os medicamentos cobravam por um item com um preço muito maiores e ao mesmo tempo que aumentavam os valores, os remédios faltavam nos hospitais.

Leia também:

Empresa alvo da PF no Piauí fatura milhões da Saúde do governo Flávio Dino

Governo contratou investigada pela PF por R$ 2,4 milhões com “dispensa de licitação”

Governo Flávio Dino pagou empresa que é proibida de contratar com Poder Público

dimensão

dimensão1

dimensão2


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

3 comentários em “Dono de empresa que ganhou milhões no governo Flávio Dino é investigado no Piauí”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Governo Flávio Dino irá gastar mais de R$ 4 milhões em reagentes químicos « Neto Ferreira – Conteúdo Inteligente

    […] tipo de relacionamento com o Poder Público, sempre com dispensa de licitação (saiba mais aqui, aqui, aqui e […]

  2. Empresa investigada no Piauí fatura contrato de R$ 4,1 milhões em Santa Luzia « Neto Ferreira – Conteúdo Inteligente

    […] Dimensão Distribuidora fatura mais um contrato de R$ 2,06 milhões no Maranhão Empresa do Piauí lucrou R$ 6,7 milhões no governo Flávio Dino sem participar de licitação Dono de empresa que ganhou milhões no governo Flávio Dino é investigado no Piauí […]

  3. Empresas investigadas no Piauí ganham contrato de R$ 15,7 milhões em Chapadinha « Neto Ferreira – Conteúdo Inteligente

    […] Dono de empresa que ganhou milhões no governo Flávio Dino é investigado no Piauí […]

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários