Poder

Waldir Maranhão exige “super gabinete” na Câmara Federal

1487088933-392735032

Conhecido por passagens polêmicas pela Câmara Federal, o deputado maranhense Waldir Maranhão (PP) acredita que merece alguns privilégios na Casa nos próximos dois anos. Maranhão – que ficou conhecido pela tentativa frustrada de cancelar a sessão final do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff ­, crê que ele merece um gabinete especial, com antessalas, salas de reuniões, banheiro exclusivo, além de mais funcionários do que o normal por parlamentar.

Mesmo ficando pouco mais de dois meses no comando do parlamento, após a saída de Eduardo Cunha, o deputado acredita que tem de ser tratado como um ex­-presidente. Segundo o site Congresso em Foco, Waldir segue firme na busca pelos seus “direitos”

Waldir Maranhão admite equívoco ao anular impeachment e quer disputar Senado em 2018 “Dei minha contribuição ao Parlamento, ainda que tenha cometido equívocos”, disse Maranhão”, diz Maranhão ao falar da sua passagem pelo cargo. Este tipo de privilegio, apesar de não ser regra da Câmara, foi adotado há muito tempo e já beneficiou vários deputados, como Michel Temer e Henrique Alves.

Segundo o Congresso em Foco, os ex­-residentes Arlindo Chinaglia (PT­SP) e Marco Maia (PT­RS) também ocupam gabinetes especiais. Foi o próprio Waldir Maranhão que conduziu conduz a eleição dos parlamentares que comandarão os trabalhos da Casa entre 2017 e 2019, quando foram eleitos um presidente, dois vice-­presidentes, quatro secretários e quatro suplentes. O deputado Rodrigo Maia (DEM-­RJ) acabou sendo reeleito e o novo 1º vice­-presidente é Fábio Ramalho (PMDB-­MG), que é famoso pelas festas oferecidas por ele em seu apartamento funcional, em Brasília.

Do Estado do Maranhão


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários