Poder

Governo contratou investigada pela PF por R$ 2,4 milhões com “dispensa de licitação”

page

Empresário e dono da Distrimed, Mário Dias Ribeiro Neto, e a fachada da empresa.

A Distrimed Comércio e Representações Ltda, que tem como proprietários Mário Dias Ribeiro Neto e Luiz Carvalho dos Santos, encontrou a sua “galinha dos ovos de ouro” no Maranhão.

Somente em 2016, a empresa piauiense foi agraciada pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), órgão ligado ao governo Flávio Dino, que é presidida por Ianik Rafaela Lima Leal, com três contratos celebrados em caráter emergencial, ou seja, com “dispensa de licitação”.

O Blog do Neto Ferreira obteve as resenhas de contratos e apurou que os acordos foram firmados em sequência, antes mesmo de findar o primeiro.

A Distrimed foi contemplada com um contrato em 18 de julho de 2016, no valor de R$ 1.661.627,42 milhão, com vigência até 16 de outubro; logo em seguida, assinou outro acordo no dia 11 de agosto, orçado em 727.195,34 mil, e que foi até 09 de novembro do ano passado; e no dia 30 de setembro do mesmo ano, foi contemplada com um contrato no valor de R$ 20.753,60 e que findou em 29 de dezembro. Todos os acordo possuem prazo de término de 4 meses.

E em apenas 6 meses, a empresa faturou R$ 2.409.579,36 milhões.

Leia também

Empresa alvo da PF no Piauí fatura milhões da Saúde do governo Flávio Dino

A Distrimed já foi alvo da Polícia Federal do Piauí, durante a deflagração da operação Grangrena. À época, foi descoberto que a empresa estava envolvida a em um esquema criminoso que desviou R$ 7 milhões dos cofres públicos do Piauí. A PF identificou que quatro empresas ganhavam constantemente as licitações em preços por lotes e, ao entregar os medicamentos cobravam por um item com um preço muito maiores e ao mesmo tempo que aumentavam os valores, os remédios faltavam nos hospitais.

saude3

saude6

saude5


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Governo contratou investigada pela PF por R$ 2,4 milhões com “dispensa de licitação””

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Dono de empresa que ganhou milhões no governo Flávio Dino é investigado no Piauí « Neto Ferreira – Conteúdo Inteligente

    […] Governo contratou investigada pela PF por R$ 2,4 milhões com “dispensa de licitação” […]

  2. Dono da Distrimed foi denunciado mais uma vez por fraude em licitação « Neto Ferreira – Conteúdo Inteligente

    […] Governo contratou investigada pela PF por R$ 2,4 milhões com “dispensa de licitação” […]

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários