Poder

Empresário preso por esquema na saúde consegue na Justiça autorização para viajar no Natal

Cloves Dias de Carvalho, que é um dos sócios da Clínica Cirúrgica de Imperatriz Ltda, foi preso em 2015 por participação no esquema criminoso que foi revelado pela operação Sermão aos Peixes, da Polícia Federal.

O empresário Cloves Dias de Carvalho, que já foi preso por participação no esquema que desviou milhões da saúde do Maranhão, conseguiu na Justiça permissão para viajar a Fortaleza no período natalino. A decisão foi assinada no último dia 11 de novembro, pelo juiz Jaime Travassos Sarinho.

“Diante do fato do requerente encontrar-se em liberdade provisória, cumprindo medidas cautelares, dentre elas a de não se ausentar da Comarca sem autorização judicial, entendo que o requerimento satisfaz o interesse judicial, uma vez que nele consta o endereço onde permanecerá, o período de ausência, como também o motivo”, diz o juiz Sarinho na decisão.

O empresário Cloves Dias de Carvalho, que é um dos sócios da Clínica Cirúrgica de Imperatriz Ltda, foi preso em 2015 por participação no esquema criminoso que foi revelado pela operação Sermão aos Peixes, da Polícia Federal.

Veja, abaixo, o documento obtido pelo Blog do Neto Ferreira.
decisao1

Entenda

A Polícia Federal deflagrou, em 2015, em conjunto com a Controladoria-Geral da União (CGU) e o Ministério Público Federal (MPF), uma operação para reprimir o desvio de recursos públicos federais do Fundo Nacional de Saúde (FNS), destinados ao sistema de Saúde no Maranhão.

A Operação, que ficou conhecida como Sermão aos Peixes, já cumpriu diversos mandados de prisão preventiva, de busca e apreensão e de condução coercitiva. O ex-secretário de saúde do Maranhão, Ricardo Murad, também é suspeito de participar do esquema criminoso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários