Poder

Empresa investigada por fraude em licitações já lucrou R$ 11,5 milhões em Grajaú

A Prefeitura de Grajaú aparece como uma das 17 Administrações Públicas investigadas na operação Cooperare, deflagrada pelo Gaeco, pela Controladoria-Geral da União e Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (13).

A ação conjunta apura desvios de verbas públicas cometidos por um esquema criminoso, especializado em fraudar licitações, montado pela Cooperativa Maranhense de Trabalho-COOPMAR, mais 10 empresas e Prefeituras maranhenses. Estipula-se que o prejuízo passe dos R$ 250 milhões. Somente a Coopmar recebeu R$ 230 milhões em apenas 3 anos (Saiba mais).

Desses R$ 230 milhões repassados à Coopmar, R$ 11.503.346,00 milhões foram pagos pela Prefeitura de Grajaú entre os anos de 2013 e 2014, conforme consta no site da própria gestão municipal. Veja abaixo os pagamentos.

Leia também:

Prefeitura de Presidente Dutra pagou à Coopmar R$ 15,6 milhões em apenas 2 anos

Empresa investigada pelo Gaeco já faturou R$ 13,6 milhões em Peritoró

Veja a lista das 17 Prefeituras investigadas pelo Gaeco por fraude em licitação

grajau1

grajau2


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários