Poder

“Não será punível nas esferas penal, civil e eleitoral”, diz texto que pretende anistiar o caixa 2

Do UOL

Os principais líderes partidários da Câmara e o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), articulam uma maneira de anistiar os crimes de caixa 2 cometidos no passado.

A tentativa será feita no projeto das 10 medidas contra a corrupção. O relatório do deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) foi aprovado ontem por 30 votos a 0.

O texto é do Poder360 e as informações são do repórter Gabriel Hirabahasi

Pela estratégia, seria apresentada uma emenda em plenário que explicitamente perdoasse crimes de caixa 2 cometidos antes da publicação da lei. A emenda diria que “não será punível nas esferas penal, civil e eleitoral” atos como o caixa 2.

O texto que deve anistiar os políticos é este:

Art. X. Não será punível nas esferas penal, civil e eleitoral, doação contabilizada, não contabilizada ou não declarada, omitida ou ocultada de bens, valores ou serviços, para financiamento de atividade político-partidária ou eleitoral realizada até a data da publicação desta lei.

emenda_c


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em ““Não será punível nas esferas penal, civil e eleitoral”, diz texto que pretende anistiar o caixa 2”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. João Carlos

    Tava na cara que isso iria acontecer. Tentaram demonizar de todo jeito as doações de empresas privadas como se elas fossem o centro da corrupção. Eu sempre disse que isso seria idiotice, afinal toda doação privada era facilmente acessível no portal da justiça eleitoral. A gente ficava zangado quando grandes empresas doavam pra determinados candidatos… mas sempre tínhamos como saber. Aí, pra desviar a atenção de políticos ladrões fizeram parecer que a culpa era do dinheiro de empresários ricos. A solução? Proibir a doação privada. Resultado, vai aumentar consideravelmente o caixa dois, claro. Só os imbecis esquerdistas não perceberam isso. “Ah, mas é só fiscalizar que não tem caixa dois!”. Bom, se não tem mais financiamento privado, o dinheiro vai sair de onde? Dos cofres públicos. Eu sou contra o dinheiro pago pelo contribuinte servir pra financiar campanha política. E você???

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários