Poder

Empresário é preso como acusado da morte de Mariana Costa

foto

A Secretaria de Segurança Pública confirmou a prisão do empresário Lucas Porto, de 37 anos, principal suspeito de estrangular a sobrinha do ex-presidente da República, Mariana Costa, no último domingo (13), no Condomínio Garden Park, no bairro do Turu, em São Luís.

Lucas Porto, que é casado com a irmã da vítima já foi levado para o Centro de Triagem do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, mas ele nega o crime.

A decisão de prender Lucas foi tomada após análises feitas das câmeras de segurança da residência de Mariana, que registrou o momento da ida do suspeito ao apartamento de Mariana. Após o ocorrido, Lucas, evitou o elevador optando por descer correndo desesperado pelas escadas.

O caso continua sendo investigado pela Superintendência de Homicídios.

Mariana foi encontrada desacordada em seu apartamento e ainda chegou a ser levada a um hospital, mas não resistiu e morreu. A causa possível da morte é asfixia. Mariana era casada e mãe de dois filhos.

Leia também: Cunhado é apontado como suspeito da morte da sobrinha de José Sarney


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários