Poder

Saiba como cada deputado do MA votou na PEC do teto de gastos

Waldir Maranhão, do PP, foi o único deputado da bancada maranhense que faltou à sessão.

img201610102155567895642

A Câmara dos Deputados aprovou em primeiro turno, a proposta de emenda constitucional (PEC) que estabelece um teto para os gastos federais para os próximos 20 anos, corrigindo-os pela inflação acumulada do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Foram 366 votos a favor, 111 contra e duas abstenções. Para ter aprovação final, a PEC ainda precisa passar por um segundo turno de votação na Câmara e mais dois turnos no Senado.

No Maranhão, 17 dos 18 deputados federais participaram da votação.Treze votaram pela aprovação da PEC e quatro foram contra. Da bancada maranhense, apenas um deputado faltou à sessão: Waldir Maranhão, do PP.

Veja como foi o voto dos deputados maranhenses:

Aluisio Mendes – PTN – Sim
Alberto Filho – PMDB – Sim
Cleber Verde – PRB – Sim
Davi Alves Silva Júnior – PR – Sim
Eliziane Gama – PPS – Não
Hildo Rocha – PMDB – Sim
Ildon Marques – PSB – Sim
João Castelo – PSDB – Sim
João Marcelo Souza – PMDB – Sim
José Reinaldo – PSB – Sim
Júnior Marreca – PEN – Sim
Juscelino Filho – DEM – Sim
Pedro Fernandes – PTB – Sim
Rubens Pereira Júnior – PCdoB – Não
Victor Mendes – PSD – Sim
Weverton Rocha – PDT – Não
Zé Carlos – PT – Não

G1 MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Saiba como cada deputado do MA votou na PEC do teto de gastos”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Marcos Pindaré

    Ótimo, os deputados estão fazendo o certo; o que precisa ser feito. Ora, não temos como manter esta gastança desenfreada e tresloucada produzida por um governo perdulário e fraco administrativamente. Ficou claro que, gastar demais não melhorou os serviços públicos, o que falta é critérios e boa governança, coisa que o PT nunca teve. Pois é, os que falam contra, deveriam ao menos conhecer a matéria, pois, ao diminuir gastos será dada a largada para diminuição de juros, e por consequência a diminuição da dívida pública. E pra finalizar, esses discursos ideológicos não produziram nada de bom para o país, muito pelo contrário, agora é hora de ver as coisas olhando para o futuro com responsabilidade e coragem fazer o que precisa ser feito… REFORMAS!

  2. mario

    É UM MAL NECESSÁRIO

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários