Poder

Rigo Teles denuncia agressão de vereador de Barra do Corda

Rigo

O deputado Rigo Teles (PV) ocupou a tribuna da Assembleia na segunda-feira (26), para expressar a indignação e revolta do povo de Barra do Corda, especialmente das mulheres, com o vereador Paulim Bandeira (PC do B).

No pronunciamento, Rigo Teles denunciou que o vereador e candidato a reeleição, Paulim Bandeira, ultrapassou todos os limites da moralidade, durante discurso no último sábado (24), na Rua da Feirinha no Bairro Trizidela, na cidade de Barra do Corda.

Em sua fala, o vereador Paulim Bandeira disse que os opositores do prefeito Eric Costa estão desesperados para ganhar a eleição e retornar ao comando da prefeitura e declarou: “lá só tem baixaria. Só tem gente ruim, ladrões e putas”.

Rigo Teles comentou que diante da indignação mais de 300 boletins de ocorrência já foram registrados e 30 mil mulheres foram às ruas para protestar a fala de “Paulim para com as mulheres.

MORTE DE ALDO ANDRADE

Na ocasião, em nome do povo de Barra do Corda e especialmente das mulheres, Rigo expressou a indignação e denunciou a falta de respeito de Paulim Bandeira.

Na avaliação de Rigo Teles, o que mais revoltou a população foi que além do fato de chamar 50 mil homens e 52 mil mulheres de Barra do Corda de ladrões e putas, no discurso que está a nível nacional, Paulim Bandeira ainda exibiu seu número e pediu votos.

Para Rigo, com os ânimos exaltados Paulim Bandeira esquece que o ministro do Superior Tribunal de Justiça, Felix Fischer, negou o recurso do vereador, acusado de participar da morte do ex-vereador Aldo Andrade, ocorrido no dia 22 de setembro de 2012.

O parlamentar comentou que o recurso já tinha sido negado pelo Pleno Tribunal de Justiça do Maranhão e pelo STJ e o processo foi devolvido para o juiz da Segunda Vara de Barra do Corda, Dr. Iran Kuban, que marcará a data do júri popular de Paulim Bandeira.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários