Poder

Polícia indicia médica por mentir sobre ameaça de Lidiane Leite

thumbnail_img-20160913-wa0058

Naira Barros de Vasconcelos

A Polícia Civil do Maranhão indiciou a médica Naira Barros de Vasconcelos por mentir sobre ameaças e difamação feitas pela ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite.

Segundo a polícia, a médica registrou um TCO contra Lidiane Leite afirmando que teria sido vítima de ameaças e difamação, pois a ex-gestora não teria aceitado o fim do relacionamento que mantinha com o empresário Humberto Dantas dos Santos, Beto Rocha.

No entanto, a investigação sobre a denúncia revelou outro fato, que na verdade, não houve ameaças por parte de Lidiane Leite e que Naira criou a situação para obter benefícios, que a polícia ainda não descobriu, se era de ordem amorosa ou financeira.

“Naira Barros de Vasconcelos teria dado causa a instauração de investigação policial, consumada e materializada na confecção do TCO nº 32/2016, atribuindo crime de ameaça e difamação a Lidiane Leite da Silva, sabendo-a inocente, promovo referido indiciamento por crime do art. 339 do Código Penal”, determinou a delegada Eliane Santos, responsável pelo caso.

Os investigadores apuram, ainda, a tentativa de incriminar o empresário Beto Rocha, que foi preso acusado de agredir Naira Barros. Vídeos mostram que ele tentou controlar os ânimos da médica no dia em que houve a confusão.

Segundo depoimento da síndica do condomínio onde Beto Rocha reside, a médica tentou invadir o apartamento do empresário. Outro homem identificado como Alexandre, que também prestou depoimento, afirmou que viu uns indivíduos armados em companhia de Naira.

img-20160912-wa0078

img-20160912-wa0076

img-20160912-wa0077


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários