Poder

Motolâncias de São Luís podem ser devolvidas ao Governo Federal por não operarem

Auditoria da CGU constatou que dois veículos não estavam em funcionamento.

Durante auditoria realizada pela Controladoria-Geral da União (CGU) no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de São Luís, foi constatada a inoperância de duas motolâncias (veículos de urgência), doadas pelo Ministério da Saúde. Os trabalhos de fiscalização in loco foram realizados entre os dias 1º e 12 de setembro de 2014.

De acordo com o relatório,  os veículos não estavam em funcionamento porque não estavam habilitados. “Consoante afirmou servidor lotado no Setor de Operação de Frota, corroborado por relatórios consignados em livros, as motolâncias não estão sendo utilizadas há cerca de nove meses, por falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s)” aponta a auditoria.

No relatório, consta como recomendação: notificar o gestor para que regularize o funcionamento das unidades móveis no prazo de sessenta dias. Em caso de descumprimento por parte do gestor local, providenciar a restituição das motolâncias doadas pelo Ministério da Saúde que não são utilizadas no Samu 192.

1


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários