Poder

Auditoria na Secretaria de Saúde de Santo Amaro aponta diversas irregularidades

Trabalho foi realizado pelo Departamento Nacional de Auditoria do SUS.

Irregularidades em licitações, inexistência dos instrumentos básicos de planejamento e prestação de contas na gestão municipal do SUS e ausência de prestação de contas ao Conselho Municipal de Saúde foram algumas das improbidades constatadas pelo Departamento Nacional de Auditoria do SUS no Município de Santo Amaro.

A auditoria foi realizada na Secretaria Municipal de Saúde de Santo Amaro do Maranhão, no período de janeiro de 2013 a agosto de 2014. O trabalho verificou a organização e funcionamento da rede de saúde no âmbito da Atenção Básica, bem como a aplicação dos recursos recebidos para as Estratégias Saúde da Família, Saúde Bucal, Agentes Comunitários de Saúde, Assistência Farmacêutica Básica e a atuação do Controle Social.

A equipe constatou várias irregularidades que contrariam as normas e legislações vigentes propostas pelas Políticas de Saúde, dentre elas: desatualização dos dados contidos no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES); descumprimento da carga horária pelos profissionais; registros de atendimentos sem identificação de carimbos e assinaturas dos profissionais responsáveis; e inexistência de controle de quilometragem e de combustível dos veículos utilizados nas ações e serviços de saúde do Município.

Na inspeção, a equipe detectou que as Unidades Básicas de Saúde, que são referências para as Estratégias de Saúde da Família e Saúde Bucal, apresentam estrutura físico-funcional sem conservação/adaptação predial, o que propicia a disseminação de infecção.

Foi verificado também que a Assistência Farmacêutica Básica do Município não conta com a Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF); e ainda, que a Farmácia Central não dispõe de documentação legal para seu funcionamento; sem contar que não dispensa medicamentos para saúde mental e carece de planejamento na aquisição de medicamentos básicos como: antibióticos, antialérgicos, anti-hipertensivos e hipoglicemiantes.

3

1

2


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários