Poder

Wellington afirma que em seu governo serão banidas as práticas de apadrinhamento

thumbnail_IMG_4024

O candidato a prefeito da coligação “Por Amor a São Luís”, Wellington 11 (PP), apresentou nesta quinta-feira (25), durante entrevista concedida à Rádio Universidade FM, ações que ele implantará para resgatar o setor cultural de São Luís.

De acordo com Wellington, a cultura da capital maranhense foi totalmente esquecida nestes últimos quatro anos, assim como todos os agentes que a fazem.

“O cenário, hoje, é desolador. A atual administração renega as leis municipais que norteiam o setor e, por conta disso, não ocorreram investimentos corretos. Muito pelo contrário. O que se vê são as manifestações culturais sem nenhum apoio; festas tradicionais, como Carnaval e São João, sendo desprezadas; e as pessoas que fazem a cultura sendo humilhadas com o não pagamento, por parte da prefeitura, de caches, por exemplo”, afirmou o candidato no programa Santo de Casa, comandado pela radialista Gisa Franco.

Wellington garantiu que sua gestão à frente da prefeitura de São Luís desenvolverá uma política cultural que respeita e cumpre o estabelecido nas leis – plano municipal de cultura, sistema municipal de cultura e lei municipal de incentivo a cultura –, de proximidade com todos os atores do setor visando fomentar a atividade e torná-la efetivamente uma economia criativa geradora de emprego e mais renda.

Além da realização e divulgação de eventos tradicionais do calendário anual, como Carnaval e São João, o candidato disse que investirá em projetos de valorização nas mais diversas áreas (teatro, cinema, dança, dentre outros); revitalização de espaços públicos, como o Circo Cultural Nelson Brito, no Aterro do Bacanga, para que neles ocorram produções diversas; e expansão das atividades do setor para que cheguem nas regiões mais distantes, como os bairros da zona rural.

“Cultura está acima de qualquer diferença. Pensamos a cultura como um setor que deve produzir; que deve gerar renda e emprego. No nosso governo, serão banidas as práticas de apadrinhamento. Cultura é para todos e todos os seus setores e agentes serão incentivados por nossa administração”, destacou.

Na visita a Rádio Universidade FM, Wellington 11 também concedeu entrevista ao jornalista Adalberto Júnior, na qual abordou outros temas, tais como saúde, educação e trabalho parceiro entre as prefeituras da Grande Ilha.

A entrevista irá ao ar nesta sexta-feira (26), às 7h20, e pode ser acompanhada na frequência FM 106,9 ou no www.universidadefm.ufma.br


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

7 comentários em “Wellington afirma que em seu governo serão banidas as práticas de apadrinhamento”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. SÓCRATES

    Wellington só fala besteira, Carnaval e São João desprezados pela Prefeitura? Ou esse cara é louco ou ele se faz. E o Carnaval de Todos? São João de Todos? As festas organizados pela prefeitura em parceria com o governo do estado, sempre lotadas de atrções e público…Olha relamente tô começando a creditar que esse cara tem algum desequilíbrio mental mesmo.

  2. SL

    ELEIÇÕES 2018.
    ROBERTO ROCHA- “GOVERNO” COM O APOIO DA FAMÍLIA SARNEY.
    SARNEY FILHO- “SENADOR”

  3. Marta

    A proposta para cultura dele se limita a shows de forró, pois esse é o universo cultural que ele convive.

  4. Junior

    Wellington não entende nada de cultura , ou não abserva corretamente a cultura de são luis e sua evolução, ja recebemos até premios por isso e ele vem agora falar eguagem. me poupe.

  5. PAULO

    Até porque de entretenimento ele entende. PAtrocina todos os shows do Safadão e tá nas melhores festas de São Luis.

  6. Genivaldo

    Meu Deus do Ceu quanta besteiras esse sujeito chamado Wellington fala. Espero que as pessoas estejam atentas na hora de votar e nao votem nesse lunatico.

  7. Riverlan Santana

    Se me respondam uma coisa: como um ser influente no cenário político de São Luís, o que esse candidato fez até agora?!

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários