Poder

Gastão Vieira desabafa sobre a traição de Roberto Rocha com Flávio Dino

PT rompeu com PCdoB em duas cidades do Maranhão a pedido do senador.

Gastão Vieira, que atualmente preside o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), fez um profundo desabafo nas redes sociais em relação à conjuntura política atual no Maranhão e, nas entrelinhas, ainda alfinetou o senador Roberto Rocha (PSB) pela ‘trairagem’ com o governador Flávio Dino (PCdoB).

Nesta terça-feira (23), o Blog Neto Ferreira  publicou uma matéria que expõe a intervenção de Dilma Rousseff (PT) em duas cidades maranhenses em troca de votos contrários ao impeachment no Senado Federal (Reveja).

De acordo com a publicação, a presidente afastada determinou que o PT rompesse a aliança com o PCdoB em Codó e em Timon a pedido dos senadores João Alberto (PMDB) e, pasmem, Roberto Rocha, o senador ‘amigo’ de Dino nas eleições de 2014.  Eles ainda queriam intervenção em São Luís, Imperatriz e Balsas. No entanto, o presidente do PT, Rui Falcão, não permitiu.

A intervenção do PT no Maranhão evidencia uma dupla traição contra Flávio Dino: uma por parte do senador Roberto Rocha e a outra pela presidente afastada Dilma Rousseff, a quem tanto Dino defendeu e lutou para manter no cargo.

Ainda no domingo (21), dias antes da exposição da traição, Gastão Vieira disparou: “O Flávio afirmava que precisava de um senador de oposição que o ajudasse. O senador de oposição vota igual a João Alberto e Lobão, e quem ajuda Flavio sou eu. Mais uma vez enganaram o eleitor e eu fui a vítima. O que fazer? Acreditar que a vez é minha? Sinceramente, por intuição, escolho o caminho mais difícil, mais incerto! Estou certo?”

Gastão


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários