Poder

Promotoria Eleitoral pede que Edivaldo Júnior explique uso indevido da Assembleia

1

A 15ª Promotoria de Justiça Especializada com atuação Eleitoral instaurou Procedimento Preparatório Eleitoral para apurar a utilização indevida do auditório da Assembleia Legislativa do Maranhão, durante o lançamento da pré-candidatura de Edivaldo Holanda Júnior.

Segundo a promotora Marinete Avelar, que é a responsável pelo procedimento, no dia 24 de junho foi distribuída a Notícia de Fato que informava do uso indevido do local pelo prefeito de São Luís. A promotora pede para que Edivaldo Holanda Júnior explique o uso da Assembleia em ato extremamente político.

“Considerando que, em tese, os fatos podem configurar a conduta prevista no art. 73, I, da Lei nº 9.504/97, foi instaurado Procedimento Preparatório Eleitoral expedindo-se ofícios ao Prefeito Edivaldo Holanda Júnior e ao Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão para apresentar manifestação, os quais ainda se encontram dentro do prazo para resposta”, afirmou Marinete Avelar.

A Promotoria deverá também abrir procedimento para apurar a utilização de duas ambulâncias durante ato político do prefeito, que foi denunciado em matéria do Blog do Neto Ferreira (relembre aqui e aqui)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

3 comentários em “Promotoria Eleitoral pede que Edivaldo Júnior explique uso indevido da Assembleia”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Lucivaldo

    Outros candidatos tambem utilizaram as dependencias da casa para laçarem suas campanhas. Inclusive Wellington do Curso. Nao tem nada de errado nisso aí. é gente querendo fazer intriga.

  2. Pâmela

    Todos sabem qeu a maioria utiliza o auditório para lançar suas campanhas. Quando é o atual prefeito é essa intriga toda. Sei não, acho que esse blog está só lutando contra a reeleição do Edivaldo e não informando notícias reais para os populares.

  3. Marcelo

    Agora as vespers das eleicoes tudo é motivo pra sensacionalismo. Que coisa chata!

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários