Poder

Alunos do Pitágoras entram na justiça para garantir o direito de colar grau

Uma falha no Ambiente Virtual prejudicou os acadêmicos e impediu que concluíssem a carga horária obrigatória.

Alunos do último período de Ciências Contábeis da Faculdade Pitágoras podem não colar grau por falhas apresentadas no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), que impediu que os acadêmicos concluíssem a carga horária necessária das disciplinas interativas, que contam como atividades complementares obrigatórias.

A coordenação do curso, representada pelo professor Ricardo Henrique da Rocha Oliveira, foi comunicada no dia 17 de junho deste ano sobre o problema. Os alunos alegam que mesmo ciente dos problemas, os coordenadores da instituição não apresentaram nenhuma solução à problemática; muito pelo contrário, diziam que não poderiam fazer nada.

Inconformados com a situação e preocupados em não colar grau, os alunos prejudicados pela instituição de ensino entraram na Justiça para garantir os seus direitos. Várias ações foram impetradas pela Defensoria Pública do Estado e Advogados particulares contra a faculdade Pitágoras de São Luis; uma dessas ações contando com mais de 30 autores.

Na última quarta-feira (20), o diretor da faculdade, Joell Oliveira, compareceu à Defensoria Publica do Estado e informou que a instituição não tinha interesse em prejudicar os alunos e que o problema seria resolvido até esta sexta-feira (22).  O diretor também compareceu à Defensoria Pública do Consumidor e lá chegou a dizer que o problema não era da faculdade e sim dos alunos. A declaração revoltou ainda mais os acadêmicos.

Abaixo, seguem as provas dos alunos.

ERROS AVA (4)

ERROS AVA (1)

DOC 1

DOC 6


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Alunos do Pitágoras entram na justiça para garantir o direito de colar grau”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. CARLOS EDUARLISSON

    ESSA FACULDADE PITAGORAS COMETE MUITAS PILANTRAGENS CONTRA OS CONSUMIDORES MARANHENSES E AONDE TÁ O VEDETAO DUARTETE JUNETE DO PROCOM? O CEUMA NAO FICA ATRAS,BEM COMO AS DEMAIS FACULDADES TUPINIQUINS DO MARANHÃO.

  2. Daniel

    Não é de hoje que esse coordenador do curso de Ciências Contábeis, o sr. Ricardo Henrique da Rocha Oliveira comete essas inúmeras irregularidades no presente curso, denegrindo ainda mais a já cambaleada imagem da Faculdade Pitágoras.
    Esse senhor é de uma incompetência tamanha, além de ser arrogante, mal educado e prepotente com os professores e alunos, sempre dando a resposta habitual em caso de problemas: “Não tenho como resolver….”
    Caberia, nesse caso e nas inúmeras irregularidades que sofre esta IES sofrerem uma Auditoria por parte do Grupo Kroton, que é a empresa detentora do Pitágoras e, é claro o Ministério Público e o Ministério da Educação, pois o que ocorre por lá consiste em ser um crime.
    E o pior de tudo é esse “diretorzinho de m…..”, Joell Oliveira ter o cinismo de afirmar, ao comparecer à Defensoria Pública do Consumidor e dizer que o problema não era da faculdade e sim dos alunos.
    Tem que ser afastado imediatamente da direção desta IES, juntamente com esse coordenador do curso de Ciências Contábeis, pois estão acabando com o Pitágoras.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários