Poder

Relatório encontra no governo Flávio Dino “superfaturamento”

Seinc1

Relatório produzido pela Unidade Gestora de Atividades Meio (UGAM), encontrou superfaturamentos no governo Flávio Dino, segundo mostra documentos obtidos com exclusividade pelo Blog do Neto Ferreira.

No ano de 2015, a Secretaria de Estado de Industria e Comércio, sob o comando de Simplício Araújo, promoveu inúmeras irregularidades com dinheiro público, e desse modo o gestor da pasta pode ser enquadrado no crime de improbidade administrativa.

Uma das irregularidades apontada no relatório foi as aquisições de água mineral em copo no valor de R$ 29,70 e de água mineral em garrafão no valor de R$ 22,40, revelando que houve um suposto superfaturamento nos valores, pois os preços estão mais de 50% acima do mercado.

“Constatamos que no Processo de Contratação de Material de Expediente e Limpeza do PREGÃO PRESENCIAL Nº 009/2015CSL/SEINC Tipo Menor no Preço Global por lote foram adjudicados com os seguintes valores a seguir: no item 01 (água mineral em copo) no valor de R$ 29,70 e no item 02 (água mineral em garrafão) no valor de R$ 22,40 do Lote 03, os valores estão a mais de 50% acima do mercado. Providenciamos a coletas de preço no sentido de verificar o preço praticado no mercado e sugerimos a supressão de 25% do lote judiciado, que já se encontra na Assessoria Jurídica para análise, parecer e devida supressão”, detalha a UGAM.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Relatório encontra no governo Flávio Dino “superfaturamento””

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Otávio

    De novo toda hora? Teu irmão já não postou isso e teve a resposta? Quantas vezes o governo vai ter que dizer que esse pseudo relatório não existe? Tudo isso por dinheiro? Não é melhor ganhar dinheiro da maneira limpa do que recebendo de gente que só quer denegrir o outro?
    Depois vcs não sabem pq a maioria da classe jornalistica fica contra vcs.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários