Poder

Relatório detecta ausência de bens públicos de Secretaria do governo Flávio Dino

Falhas foram detectadas no exercício de 2015.

Relatório da Unidade Gestora de Atividades Meio (UGAM) verificou a ausência de vários bens móveis e incoerência no inventário de material da Secretaria de Estado de Indústria e Comércio do Maranhão (SEINC), no exercício de 2015.

Após a conferência física nos diversos setores da SEINC, foi constatada a ausência de vários itens nos Termos de Responsabilidade, apresentado pelo ex-encarregado do Serviço de Material e Patrimônio. A checagem também foi realizada nas unidades de Caxias, Timon e Bacabeira. O resultado não foi diferente do cenário da capital.

Diante da circunstância, foi criada uma comissão para averiguar o sumiço dos bens e identificar os autores dos ‘desaparecimentos’.  Durante a inspeção, foi realizada a atualização dos itens e colhidas as assinaturas dos responsáveis pelos setores.

No almoxarifado da pasta, também foram detectadas contradições com o inventário de material, inexistência de requisições de materiais e falta de controle. “Vários itens de materiais inexistentes e outros com quantidade variado para maior e menor do inventário. Os mesmos eram entregues por vários servidores da UGAM, algumas vezes eram entregues e anotados em mapa, sem a descrição e quantidade devida”, aponta trecho do relatório.

Também foi sugerida uma comissão para proceder os acertos necessários no setor de almoxarifado da Secretaria de Estado de Indústria e Comércio, comandada pelo secretário José Simplício Alves de Araújo.

1

2


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Relatório detecta ausência de bens públicos de Secretaria do governo Flávio Dino”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Tatiana Castro

    Neto,

    O secretário deveria ser enaltecido e não atacado pelo seu blog.

    Ele está agindo com primor e responsabilidade com a coisa pública se fez isso.

    Reveja seu conceito, pois você pode sofrer penalidades por ataque rasteiro assim.

    Já está claro que alguém quer atingir o secretário através do seu blog, mas você pode ter problemas.

    Tatiana Castro

  2. Secretaria de Indústria e Comércio nega pagamentos irregulares « Neto Ferreira – Conteúdo Inteligente

    […] Dino pagou mais de R$ 1 milhão de forma ilícita para empresas, diz relatório” (reveja aqui e […]

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários