Poder

Professores estão há quase 6 meses sem receber salários

Os educadores não aguentam mais essa situação.

A situação está insustentável para os professores das escolas comunitárias de São Luís, isso porque os educadores não recebem seus salários desde o mês de janeiro; conforme denúncia recebida pelo Blog. 

A escola Jardim de Infância Criança Feliz, localizada no bairro do São Cristóvão, é uma das unidades que tem padecido com a falta de repasse financeiro por parte da Secretaria Municipal de Educação (SEMED).

Os professores das escolas comunitárias não aguentam mais esse descaso. A categoria alega que já foram feitas várias denúncias sobre o caso, mas nem o secretário de Educação, Moacy Feitosa, e nem o prefeito Edivaldo Holanda Júnior se pronunciaram ou deram uma resposta satisfatória aos educadores.

Mesmo com os salários atrasados, os professores seguem com suas rotinas normalmente para não prejudicar os seus alunos. No entanto, a Prefeitura não se preocupa com a categoria e nem reconhece o esforço dos educadores. Lamentável!

Indignados com a gestão de Edivaldo Holanda Júnior também estão os professores da rede pública municipal de São Luís, que entraram em greve no último dia 25. A categoria pleiteia o reajuste salarial sem parcelamento e melhores condições nas unidades de ensino. No entanto, a gestão municipal fecha os olhos para as reivindicações e prejudica a educação de milhares de crianças e adolescentes.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Professores estão há quase 6 meses sem receber salários”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Diego

    Melhor seguir o camin ho do dialogo e nao entrar na onda desse sindicato – politizado

  2. Andressa

    É realmente lamentável a situaçao, conheço e reafirmo que são verídicas as infromaçoes sobre o Jardim de Infância Criança Feliz, sem investimento necessário e sem as mínimas condiçoes, isso mostra a realidade da educaçao pública na cidade.
    Andressa Barros
    Universitária

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários