Poder

Empresário esconde a verdadeira origem de empresa que ganha milhões no governo

thumbnail_IMG-20160607-WA0046

Ricardo Aquino, o suposto dono da Clasi.

Empresários cearenses tem lucrado cifras milionárias desde o Governo Roseana Sarney e continuam faturando alto na gestão de Flávio Dino.

No entanto, essa credibilidade tem se esvaído aos poucos, uma vez que são proprietários de empresas envolvidas em escândalos no Maranhão, como é o caso do Paulo Baltazar e Lucivânio Felix de Sousa, donos da Gestor Serviços Empresariais Ltda e da Maranhense Serviços Profissionais Ltda – Masp.

Preocupado em não perder contratos com o Governo do Estado, Paulo Baltazar se associou a Pedro Ricardo Aquino da Silva e, então, criaram a Clasi Segurança Privada, que vem sendo beneficiada com valores vultosos em acordos contratuais da gestão estadual.

A sociedade aconteceu, segundo fontes fidedignas do Blog do Neto Ferreira, porque Ricardo Aquino tem contatos e é influente no ambiente da Administração Pública do Maranhão e poderia manter Paulo Baltazar no governo.

Mas Aquino é sócio minoritário da Clasi. Apesar disso, é intitulado “proprietário da empresa”, pois somente assim ele obtém os acordos contratuais com o Governo do Estado.

Portanto, a sociedade entre Ricardo Aquino e Paulo Baltazar era, sem sombra de dúvidas, ocultada para o Palácio dos Leões.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Empresário esconde a verdadeira origem de empresa que ganha milhões no governo”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Antonio

    Eta, agora lascou. Neto Ferreira vc pegou o fio da meada. Esse Ricardo era meu visinho aqui no São Cristovão, conheço ele desde q nasceu, ele é um laranja desses cearenses mesmo, pq n tem condição de ser dono dessa empresa. Ha pouco tempo n tinha um pau p dar num gato.

  2. Moravi

    E agora Marcio Jerry, como vai ficar essa parceria c a Clasi? Esse empresa está ganhando tudo no GOVERNO DO ESTADO, e segundo o “laranja”, a mando seu, que é amigo do peito.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários