Poder

Doações ilegais voltam a ‘assombrar’ Roberto Rocha

Em meio articulações politicas municipais do senador Roberto Rocha, que tenta controlar e direcionar o caminho do PSB, adversários também começam a se movimentar para trazer à tona de uma outra forma o caso da empresária Janice Maria Xavier de Carvalho Filgueira.

Janice, para quem não sabe, é dona J.M. Filgueira Confecções-ME, que registrou um Boletim de Ocorrência denunciando o senador Roberto Rocha (PSB) por uso indevido de seus dados durante a campanha eleitoral de 2014.

Janice afirmou, segundo documentos obtidos pelo Blog do Neto Ferreira, que tomou conhecimento que teria doado R$ 60 mil para a campanha do então candidato ao Senado da República, Roberto Rocha, por meio de uma notificação do Ministério Público Eleitoral (MPE), que identificou doações de campanha acima do permitido por Lei realizado pela J.M. Filgueira Confecções.

Após receber o ofício, a “empresária” registrou um Boletim de Ocorrência na delegacia, onde detalhou que fora pega de surpresa pela notificação do MPE e que a empresa não tem movimentações há mais de 20 anos, apesar de estar formalmente ativa.

Janice alegou que o senador Roberto Rocha usou de má-fé, sem autorização dela utilizou seus dados, atribuindo doações que jamais fez e pede que ele seja penalizado pela doação ilegal de campanha.

“Primeiramente, não tenho qualquer ligação política com quem quer que seja e segundo e não menos importante, não tenho condições financeiras para tanto. Portanto, estou sendo vítima de um golpe e não posso ser penalizada por algo que não fiz. Peço que o candidato seja penalizado”.

Ao apresentar sua defesa em juízo, a “empresária” ressaltou que jamais participou de tal doação, pois não tem condições financeiras suficientes para doar R$ 60 mil.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários