Poder

Coca-Cola desdenha e coloca catarinense para carregar tocha no Maranhão

070620161402_10782

A Coca-Cola, uma das patrocinadores dos Jogos Olímpicos Rio 2016, está desdenhando da população maranhense. Convocou o catarinense Fabricio Rossini, de 37 anos, para carregar a Tocha Olímpica durante o revezamento que acontecerá neste final de semana, em São Luís.

Esse fato só demonstra a falta de respeito que a empresa tem para com os representantes esportivos, culturais, sociais, do Maranhão.

O estado é repleto de pessoas ícones que poderiam ser utilizados pela Coca-cola durante o Tour da Tocha Olímpica em São Luís, como a jogadora de baquete Iziane e o ex-jogador de futebol Cléber Pereira, entre outros. Mas isso não foi levado em conta pela patrocinadora, que preferiu convocar alguém de outro estado para fazer o carregamento da Tocha. Um absurdo!

Segundo a Coca-Cola, Fabrício é dono de duas empresas com ações voltadas para a sustentabilidade e reside há 12 anos na capital maranhense. Foi por causa do trabalho social que realiza com os empreendimentos que Rossini foi escolhido para conduzir a tocha olímpica.

Lamentável.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Coca-Cola desdenha e coloca catarinense para carregar tocha no Maranhão”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. heraldo

    Acho que o Maranhão tem que perder a mania de ficar se diminuindo a agindo como se fosse outro país. Em todo Brasil diversos atletas de diversos Estados tem carregado a tocha sem necessariamente ser do local.

  2. Alberto

    Concordo plenamente Heraldo!

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários