Poder

Pacientes reclamam da falta de exame do pezinho no Hospital de Coroatá

Exame deve ser feito até o 30° dia de vida.

13219712_604083023084348_174850721_n

No Município de Coroatá, mães de recém-nascidos estão preocupadas e indignadas porque os seus bebês ainda não conseguiram realizar o teste do pezinho. O exame, que deve ser feito até o sétimo dia de vida, tem sido negado nas unidades de saúde do Município por falta de materiais, conforme denúncia recebida pelo Blog.

Segundo relatos, nas unidades de saúde que dispõe dos aparatos necessários, só são atendidas as mães que moram no mesmo bairro do posto. Isso tem revoltado as mulheres, que tem buscado de todas as formas a realização do exame na rede pública de saúde para seus filhos.

Algumas mães estão mais preocupadas, pois já passou, e muito, o período recomendado para realização do teste nos bebês. Alguns estão prestes a completar um mês de vida e não poderão mais realizar o teste do pezinho, que deve ser feito até o 30° dia após o nascimento.

Essa situação é preocupante e lamentável, uma vez, que o exame é capaz de detectar e tratar muitas doenças precocemente, antes mesmo do aparecimento de sintomas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários