Poder

Notas da manhã

Reunião

reuniao_bsb

O governador Flávio Dino voltou a Brasília, na tarde desta segunda-feira (16), para reunir com o novo ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella. Na pauta, o andamento da duplicação da BR-135, coordenada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

O trecho entre a saída de São Luís até o km 199 é a principal via de acesso para a capital e tem sido, frequentemente, alvo de várias reclamações. Por esta razão o governador Flávio Dino tem mantido permanente diálogo com o governo federal.

Fiscalização

Foto 1_Divulgação_Procon_16052016 - Estabelecimentos de Barreirinhas têm 10 dias para se adequar ao Selo PROCON MA de Qualidade
Em Barreirinhas, cerca de 50 estabelecimentos, entre bares e restaurantes, foram notificados pelo Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Maranhão (Procon/MA) esta semana. Os estabelecimentos já foram fiscalizados pela equipe do projeto ‘Selo Procon de Qualidade’, com participação da Vigilância Sanitária, entre os dias 28 de fevereiro e 4 de março.

Foi constatado que os bares e restaurantes ainda precisam se adequar para receber a certificação. Agora, terão 10 dias, após receberam a notificação, para corrigir as irregularidades encontradas e apresentar as melhorias já realizadas. A fiscalização constatou que os bares e restaurantes ainda precisam se adequar para receber a certificação. De acordo com o presidente do Procon/MA, Duarte Júnior, o principal objetivo da ação é melhorar a qualidade dos serviços oferecidos aos turistas e à população local.

Incêndio

Uma grande combustão destruiu nesta segunda-feira (16) uma pousada situada na Rua do Giz, no Centro Histórico de São Luís.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o incêndio que aconteceu no início da noite desta segunda foi causado por um vazamento de gás. Ainda conforme os bombeiros, o fogo atingiu sete cômodos em três pavimentos do casarão onde funciona a pousada.

Relator

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, encaminhou nesta segunda-feira (16) para o ministro Gilmar Mendes um novo pedido de abertura de inquérito sobre o senador Aécio Neves (PSDB-MG), suspeito de ter atuado para tirar da CPI dos Correios, em 2005, informações sobre o chamado mensalão mineiro.

A suspeita surgiu em depoimento resultante do acordo de delação premiada do ex-senador Delcídio do Amaral. Na semana passada, o ministro Teori Zavascki, responsável pela Operação Lava Jato no STF, havia enviado o pedido para Lewandowski, para redistribuição.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários