Poder

Márcio Jerry exonera assessor do governo preso pela PF

Jerry ao lado de Luizinho, ex-gestor preso pela Polícia Federal.

Jerry ao lado de Luizinho, ex-gestor preso pela Polícia Federal.

O ex-prefeito de São Bento, Luiz Gonzaga Barros, o “Luizinho”, que se entregou na tarde desta terça-feira (19) à Polícia Federal, foi exonerado do cargo ocupado no Governo do Maranhão.

Márcio Jerry, secretário de Comunicação Social e Assuntos Políticos, confirmou ao Blog do Neto Ferreira que tomou a decisão de exonerar o assessor especial de Articulação Política, o ex-gestor, alvo da Operação denominada VÍNCULOS.

A operação faz alusão tanto ao esquema criminoso que agia na implantação de vínculos empregatícios irregulares no CNIS, quanto pelo relacionamento comprovado entre os membros da associação criminosa.

O esquema criminoso, segundo a PF, contava com a participação de um ex-prefeito de São Bento, contadores, um advogado especializado em causas previdenciárias, um ex-funcionário do cartório de Palmeirândia, um servidor do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e outros intermediários. A justiça mandou afastar servidor do INSS.

Iniciadas no ano de 2015, as investigações levaram à identificação de um esquema criminoso com atuação desde 2010, responsável pela concessão de benefícios de pensão por morte fraudulentos.

Abaixo nota do Governo do Maranhão:

A Secretaria de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap) comunica a exoneração do então Superintendente de Articulação Regional que atuava no município de São Bento, Luiz Gonzaga Barros, detido nesta terça-feira, 19, pela Polícia Federal, no âmbito da “Operação Vínculos”, que investiga a ocorrência de fraudes na previdência. O afastamento não caracteriza pré-julgamento, mas é medida necessária em face da prisão e investigações em curso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários