Poder / Política

Bancada maranhense é a 2ª com menor taxa de apoio ao impeachment

inco estados com bancadas que não apoiam a saída da presidente são comandados por governadores petistas ou de partidos aliados ao governo

Imirante

1460477709-666718381

A bancada maranhense na Câmara Federal é a segunda com menor taxa de apoio ao impeachment da presidente Dilma Rousseff. O levantamento foi feito baseado no “placar do impeachment”, atualizado em tempo real pelo Estadão.

O Maranhão perde apenas para o Amapá, governado pelo pedetista Waldez Góes. Na bancada amapaense, nenhum dos oito deputados se posicionou pela derrubada da presidente até o momento ­ seis deles se declaram indecisos ou não quiseram responder e dois já afirmaram que são contrários. Incluindo o Maranhão e o Amapá, os cinco estados em que as bancadas federais demonstram menores taxas de apoio ao impeachment são comandados por governadores petistas ou de partidos aliados da presidente.

Estão nessa lista Piauí, Ceará e Bahia, os três estados do Nordeste governados pelo PT. Com 30%, 36% e 41% dos deputados a favor do afastamento, eles são, respectivamente, o terceiro, o quarto e o quinto colocados no ranking estadual.

Segundo o “placar do impeachment”, até agora, 312 deputados são a favor, 38 estão indecisos, 38 não deram resposta e 125 são contra. São necessários 342 votos para o processo seguir para o Senado.

POSICIONAMENTO DOS MARANHENSES


A favor

João Castelo (PSDB); Juscelino Filho (DEM); Eliziane Gama (PPS); Waldir Maranhão (PP); Sarney Filho (PV); André Fufuca (PP)

Contra

Zé Carlos (PT); Rubens Júnior (PCdB); Weverton Rocha (PDT); João Marcelo (PMDB); Aluísio Mendes (PTN); Pedro Fernandes (PTB); Júnior Marreca (PEN); Alberto Filho (PMDB)

Indecisos

José Reinaldo (PSB); Cléber Verde (PRB)

Sem resposta

Hildo Rocha (PMDB); Victor Mendes (PSD)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários