Poder

Servidores relatam coronelismo na Indústria e Comércio

Na Secretaria de Industria e Comercio, funcionários relataram ao Blog suposto coronelismo do assessor Institucional Luís Junior. Ele tem poderes dentro da pasta, a exemplo de demissão, quem resolve sobre pagamento de diárias, controle da frota de veículos, quem pode ter combustível e até mesmo valor de proventos repassados aos servidores.

O denunciante relatou ao blog que Luis cancelou algumas bolsas do convênio com a fapema no mês de fevereiro deste ano, indo contra as normas estabelecidas no convênio celebrado em 2015, justificando tal ação nos cortes de recursos do governo estadual, entretanto as bolsas da Fapema pagas de fonte orçamentária totalmente diferente da fonte do governo.

Os servidores da pasta, terceirizados ou não, foram obrigados a bater ponto sob pena de redução salarial, onde o assessor institucional fez circular em toda pasta que iria descontar salários de quem não cumprisse sua jornada de trabalho.

Além dos relatos de funcionários, o blog do Neto Ferreira recebeu, com exclusividade, um relatório de Gestão realizado pelo Gestor da UGAM (Unidade Gestora de Atividade Meio) da Secretaria de Estado de Indústria e Comércio sobre o exercício de 2015, onde foram apontadas uma série de irregularidades administrativas que serão publicadas nos próximos dias.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

4 comentários em “Servidores relatam coronelismo na Indústria e Comércio”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Otávio

    Ué. Tão reclamando de bater ponto? Tá é certo. Se todos batessem ponto quem sabe o serviço público deixasse de ser um cabide de emprego para apadrinhados políticos.
    Outra coisa. Se apoderar de documentos sem autorização é crime. Dá cadeia. Divulgar relatórios internos de um órgão também.
    Quer dizer que se a pessoa é improdutiva no trabalho ela não pode ser demitida? Que isso?

  2. Flávia

    Simplicio deixa tudo na mão dele e do Expedito, eles que ordenam tudo que acontece dentro da seinc…alias, são todos de bacabal, amigos de infância e todos solidariedade kkkk. Simplicio fica mais preocupado em se aparecer pro governador e mais preocupado ainda em fazer campanha, esquecendo de controlar a sua própria secretária, ficando igual a um rei dentro da sua sala, ordenando o gabinete a reprimir qualquer acesso de funcionários, inacessível para todos…

  3. Danilo

    Isso ai não é nada comparado com outras catrevagens que rola naquela Secretaria. É gente despreparada, é funcionário apadrinhado que não faz nada e outros que se quer vão. Ainda mais as puladas de cerca que rola nos setores.
    Há falcatruas na licitação, nos contratos e na própria gestão.
    Detalhe, não é só na Indústria e comércio, rola também na saúde, na fazenda e na infraestrutura.

  4. sandra

    kkkkkkkkkk.. esse é miseravel

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários