Poder

Prefeitura de Bela Vista do MA vai torrar mais de R$ 1 milhão em material permanente

Foram contratadas as empresas: E. Marques Pereira e Ótima Distribuidora.

Prefeito-de-Bela-Vista

Prefeito Orias de Oliveira Mendes

São incontáveis o número de contratos suspeitos e superfaturados celebrados no Maranhão. Gestores públicos e empresários firmam parcerias fraudulentas para saquear os cofres públicos, usando meios legais para conseguir mascarar os desvios.

Na publicação do Diário Oficial do Maranhão do dia 11 de março constata-se mais um caso. A Prefeitura de Bela Vista do Maranhão, comandada por Orias de Oliveira Mendes, celebrou dois contratos para aquisição de material permanente pela exorbitante quantia de R$ 1.055.108,97 (um milhão, cinquenta e cinco mil, cento e oito reais e noventa e sete centavos).

Duas empresas foram beneficiadas com a prestação de serviço: a E. Marques Pereira (R$ 880.108,97), localizada em São Luís, e a empresa piauiense Ótima Distribuidora (R$ 175 mil). Os contratos foram assinados pelo prefeito Orias no dia 3 de março deste ano, com vigência até 31 de dezembro.

Entende-se por material permanente tudo aquilo que, em razão de seu uso corrente, não perde a sua identidade física ou tem uma durabilidade superior a dois anos; como por exemplo: computadores, impressoras, coleções e materiais bibliográficos, máquinas, aparelhos e utensílios de escritório. É um absurdo a quantia paga pelo Município por essa prestação de serviço.

bela vista


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários