Poder

Deputado federal penhorou Pajero há mais de 1 ano e não paga empresário

O deputado federal Alberto Filho (PMDB) entrou para as estatísticas dos políticos envolvidos em calotes. Mesmo tendo o pai, Zé Alberto, prefeito de Bacabal e pecuarista tido como um dos homens mais ricos da região, o parlamentar precisou recorrer a empréstimos de amigos para salvar sua campanha em 2014.

Zé Alberto e o deputado Alberto Filho.

Zé Alberto e o deputado Alberto Filho.

Para pagar contas, Alberto Filho procurou um empresário para conseguir emprestado 72 mil reais. Como garantia deixou empenhada uma caminhonete modelo Pajero Full, placa NWX 3171 de São Luís Maranhão.

Segundo o combinado, os R$ 72 mil deveriam ser pago pouco depois da campanha. Mas, após a vitória nas urnas, o deputado federal nunca procurou o empresário para pagar o empréstimo e buscar o veiculo.

A Pajero que custa mais do que o valor emprestado não pode ser vendida para quitar o débito. Até hoje Alberto Filho não deu as caras, enquanto o empresário amarga o prejuízo, sem receber o que emprestou e sem poder vender a caminhonete.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

5 comentários em “Deputado federal penhorou Pajero há mais de 1 ano e não paga empresário”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Alagoas te conhece

    Quem é o empresário?? Conta logo

  2. Eu sei de tudo...

    Eu compro o débito!!! Só avisar quem é o empresário.

  3. Federal e mp e policia civil neste agiota que se diz empresário

    Empresário que nada este ai e mais um agiota tranvestido de empresário isto kd as autoridades que não chama este agiota pra garras da lei

  4. Eu sei de tudo...

    Quer mesmo bomba?? Que consulta o Serasa que vc vai ver um cheque de 200 mil protestado.

    Esse rapaz deve essas pessoas: Figueredo (esse recebe por meio do Mauro da Hidraele), Pacovan, um advogado chamado Gilson Barros, dentre outras pessoas.

    Ele deve MUITA gente. A Prefeitura não da conta de pagar tanta gente. Eles estão quebrando a prefeitura só de pagar empréstimos pessoais do nobre deputado. Se a polícia federal mesmo quiser prender essa quadrilha, basta averiguar isso que eu digo, que chegará às informações.

  5. Fefé

    Burro é quem acredita numa história desse.
    Todo mundo sabe que esse aí nasceu em berço de diamante…
    Com um pai vaqueiro – agiota que sempre bancou campanhas políticas em Bacabal…
    O cofre dele triplicou depois que foi eleito prefeito (veja o exemplo do genro liso – se foi pobre não se lembra).
    Ninguém vai acreditar nisso aí nunca…
    Isso é só pode ser coisa de Roberto Costa.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários