Poder

Sindicato dos Rodoviários culpa empresários por paralisação de ônibus em São Luís

A exigência dos trabalhadores se referia estritamente ao cumprimento de convenção coletiva de trabalho, no que diz respeito ao pagamento da categoria na data estabelecida em cláusula.

Muito se tem especulado nos últimos dias sobre um possível aumento das tarifas de ônibus de São Luís. Nesta quinta-­feira (25) o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Maranhão (Sttrema) resolveu se pronunciar sobre o caso que já está incomodando quem depende do sistema de transporte público da capital.

De acordo com a entidade, o sindicato não tem qualquer responsabilidade diante da possibilidade de reajuste. O aumento no valor das passagens de ônibus seria decidido apenas pelo Sindicato das Empresas de Transportes (SET) e pela Prefeitura de São Luís.

O presidente do Sttrema, Isaias Castelo Branco, afirmou que o movimento que resultou na paralisação dos ônibus na terça­-feira (23), não está relacionado ao suposto aumento do preço das passagens. Segundo ele, a exigência dos trabalhadores se referia estritamente ao cumprimento de convenção coletiva de trabalho, no que diz respeito ao pagamento da categoria na data estabelecida em cláusula, acordo não estaria sendo respeitado pelos empresários do setor.

Acordo

O Sindicato dos Rodoviários está na fase de discussões dos pontos que estarão presentes no novo acordo de convenção coletiva de trabalho, que tem prazo para ser definido em maio. Até agora não teria ficado estabelecido qualquer valor de reajuste de salário da classe. A categoria, portanto, assegura que os empresários não podem apontar esse novo acordo como justificativa para o reajuste.

“Não temos conhecimento das razões que possam levar os empresários do transporte público e a Prefeitura de São Luís a concederem novo reajuste nas tarifas. A paralisação da terça­-feira foi legítima e era direito da categoria cobrar pelos seus direitos. Vamos acompanhar toda essa questão no mesmo patamar dos usuários, já que não podemos opinar quanto a esse possível reajuste. Essa decisão está nas mãos do SET e da Secretária Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT)”, afirma Isaias Castelo Branco.

Reajuste
O último reajuste das passagens de ônibus de São Luís ocorreu no dia 27 de março de 2015. Na ocasião, os preços passaram de R$ 1,60 para R$ 1,90; R$ 1,90 para R$ 2,20 e R$ 2,40 para R$ 2,80. O aumento, porém, desagradou a população e durante três dias houve protestos na capital. No dia 3 de abril, a Prefeitura anunciou uma redução de R$ 0,20 no valor da tarifa mais cara, que havia sido reajustada para R$ 2,80 e passou a custar R$
2,60.

O reajuste anterior foi concedido em junho de 2014, quando o preço das passagens de ônibus sofreram acréscimo de R$ 0,30. O reajuste no valor das tarifas em 2014 foi o desfecho da greve dos rodoviários, que já se estendia por 16 dias. (Imirante.com)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Sindicato dos Rodoviários culpa empresários por paralisação de ônibus em São Luís”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Fefé

    Culpa do prefeito de H…
    Queria poder olhar na tua cara de pau e dizer que nunca +tu vê meu voto e ti prepara pra vazar daí dia 31 de dezembro, pois quem tiver vergonha na cara não vota em ti… Eu tenho! E vou lembrar a todos cada sacanagem tua e desse Canindé que se acha dono da SMTT.
    Vocês são capachos de empresários?.. Ok!
    Eu pago minha passagem no ato, não devo nada, vcs me devem transporte de qualidade, só tem sucata velha, seus cara de pau,..
    Podem se preparar que terão o troco.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários