Poder

Diretor da FACAM esclarece que alunos não foram impedidos de fazer prova

O Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Maranhão (Procon-MA) informou nesta quarta-feira (24) que notificou a Faculdade Maranhão (Facam) por proibir alunos inadimplentes de realizar provas.

A notícia de forma equivocada foi noticiada em alguns meios de comunicação da capital.

O órgão determinou que fosse oferecida aos alunos que tenham sofrido qualquer prejuízo nova data para realização das provas perdidas, sem que seja comprometida a carga horária ou haja qualquer custo para os estudantes.

Ocorre, que a denúncia foi recebida pelo PROCON sem que a instituição fosse consultada.

Abaixo o ofício de esclarecimento da direção geral da faculdade enviada ao órgão de proteção ao consumidor.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários