Poder

Notas da manhã

Desenvolvimento

1452701428-806817183

O Maranhão tem três municípios entre os 10 menos desenvolvidos do Brasil, segundo Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM), desenvolvido pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan). Foram analisados no estudo mais de 5 mil municípios brasileiros e critérios como emprego e renda; educação e saúde nortearam a pesquisa. Na 5514ª posição no ranking de desenvolvimento, Pedro do Rosário (341 km de São Luís) ocupa o 4º lugar. Em seguida, tem Marajá do Sena, em 6º, e Primeira Cruz, em 7º. A liderança do ranking ficou com acidade Santa Rosa do Purus, que fica no Acre.

Com três cidades na lista, o Maranhão e o Pará foram os estados que mais emplacaram municípios na lista dos menos desenvolvidos do país. A pesquisa no IFDM está disponível no site da Firnja

Investigação
1452805354-1001096442

A polícia aguarda o resultado dos exames periciais, para saber se a menina de 9 anos, que havia desaparecido na manhã de quarta­-feira, no Cohatrac,
sofreu algum tipo de violência sexual ou psicológica quando esteve em poder do suposto sequestrador. Ainda ontem, a polícia não tinha identificado o autor dessa ação criminosa e está previsto para hoje, na sede da Delegacia de Proteção da Criança do Adolescente (DPCA), na Beira­Mar, o depoimento de algumas testemunhas, inclusive dos pais da criança.

A delegada Karla Simone Saraiva, titular dessa especializada, disse que como a vítima é menor de 14 anos, conforme a legislação, não pode ser
ouvida na delegacia. No entanto, ela passou ontem por uma série de exames periciais como conjunção carnal, ato libidinoso, lesão corporal e até mesmo pela banca dos profissionais de psicólogos e assistentes sociais da DPCA. Somente, após o resultado desses exames é que será traçado a tipificação criminal, ou seja, se a menor foi vítima apenas de cárcere privado ou se sofreu algum tipo de violência

Iniciativa

Mantendo o amplo diálogo promovido pela atual gestão do Governo do Maranhão, a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP) reuniu-se, na tarde desta quinta-feira (14), com o Sindicato dos Trabalhadores de Transporte Rodoviário (STTRE-MA). No encontro, apresentou a força-tarefa desenvolvida pelas polícias do Estado para o combate a roubos em coletivos. Em paralelo às operações desenvolvidas pela Polícia Militar, a Polícia Civil organizou uma comissão de identificação de criminosos e investigação especificamente voltada para esta área.

Segundo o delegado geral de Polícia Civil do Maranhão, Lawrence Pereira, ao longo do trabalho, houve melhor aproveitamento do material do serviço de inteligência, com o reconhecimento facial de mais de 100 assaltantes e a coleta de 162 depoimentos de testemunhas e acusados. “Montamos uma força-tarefa dentro da Delegacia de Roubos e Furtos, com o aporte de delegados, para trabalharem na investigação, identificação e na resolução desses crimes”, explicou Lawrence. Segundo ele, 124 inquéritos foram abertos, dentre os quais 45 já foram relatados e encaminhados ao poder judiciário.

Assalto
Dois homens e uma mulher fortemente armados, assaltaram nesta tarde quinta-feira (14) uma farmácia Extrafarma localizada na Rua Grande. Os bandidos roubaram todos os aparelhos celulares do local e em seguida fugiram num veículo pick up tomando rumo ignorado.
A ação foi rápida e até o momento a polícia ainda não prendeu nenhum suspeito.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Notas da manhã”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. César Lima

    Um grave problema que faz com que a pobreza se perpetue e aumente é alta taxa de fecundidade das mulheres carentes. Famílias que não tem recursos para oferecer boas condições de vida são as que mais tem filhos. O problema é agravado por pais irresponsáveis que abandonam as mulheres e não pagam pensão aos filhos. Falta informação e acesso aos métodos anticoncepcionais.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários