Poder

PF revela que políticos foram abastecidos com desvio de R$ 205,6 milhões da Saúde

O Inquérito Policial de Nº 15601 acusa indiretamente o ex-secretário de Saúde de usar a Litucera e outras empresas para financiar campanhas.

Superintendente da PF no Maranhão, delegado Jansen e representante do CGU

Superintendente da PF no Maranhão, delegado Jansen e representante do CGU

O dinheiro desviado no período de Ricardo Jorge Murad na Secretaria de Estado da Saúde, investigado pela “Sermão aos Peixes” da Polícia Federal, foi além do que o Ministério Público Federal e Controladoria-Geral da União (CGU) imaginavam.´

Documento obtido com exclusividade pelo Blog do Neto Ferreira revela que a verba do Fundo Nacional de Saúde (FNS) serviu para abastecer partidores e políticos do alto clero do Maranhão. O repasse era feito através de empresas contratadas pelos institutos responsáveis em gerenciar hospitais.

Uma das empresas apontadas no bojo do esquema é a Litucera Limpeza e Engenharia Ltda, localizada no bairro Calhau. O homem apontado como gerente da chama-se Silvaney dos Santos Nascimento, morador da Ponta D’areia, bairro nobre de São Luís, no Maranhão.

O Inquérito Policial de Nº 15601 acusa indiretamente o ex-secretário de Saúde de usar a Litucera e outras empresas para financiar campanhas de inúmeros vereadores e políticos de 2010 a 2014, inclusive, da esposa Teresa Trovão Murad a Prefeitura de Coroatá, conforme aponta o relatório.

A Polícia Federal identificou o total de 205,6 milhões de repasses para turbinar eleição até de membros do Poder Legisalativo, que terão nomes revelados nas próximas postagens. Aguardem!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários