Poder

O hospital de Bernardo do Mearim vai abrir?‏

Vinicius Louro se reúne com secretário de saúde e prefeita de Bernardo do Mearim.

A preocupação com os municípios maranhenses tem sido uma marca de trabalho do deputado Vinicius Louro (PR), sua atuação vai além da Assembleia Legislativa. Nas últimas semanas o parlamentar esteve dedicado exclusivamente a intermediar encontros e reuniões entre prefeitos e secretários de governo. Na última terça (06), o parlamentar esteve reunido com o secretário de Estado da Saúde, Dr. Marcus Pacheco e a prefeita Eudina Costa de Bernardo do Mearim para buscar soluções para o hospital do munícipio.

O hospital com 20 leitos de Bernardo do Mearim foi inaugurado em abril de 2013 e custou R$ 3,51 milhões. Só com as máquinas, que agora estão paradas, o Estado gastou R$1,24 milhão. A unidade com 20 leitos deveria receber pacientes de Bernardo do Mearim e de outras seis cidades da região central do Maranhão, mas desde fevereiro, nenhum atendimento foi feito porque segundo a prefeitura não há recursos para manter o hospital.

O secretário de Estado da Saúde do Maranhão, explicou as medidas que estão sendo tomadas para a reabertura do hospital. “A ideia é entender Bernardo do Mearim dentro de uma estrutura regional, qualquer tipo de atendimento hospitalar que será oferecido, é preciso que hospital volte a funcionar, e foi isso que discutimos aqui. A proposta é que a gente faça essa estrutura funcionar paulatinamente, com as possibilidades que nós temos, tanto da prefeitura como por parte da Secretaria de Saúde”, explica o secretário. Sobre o retorno das atividades do hospital, Marcos Pacheco disse que o planejamento é para os próximos três meses. “ A ideia nossa é que nos próximos 90 dias retornaremos aos poucos as atividades com um planejamento que chamamos de conglomerado assistencial, que é uma proposta da regionalização da saúde, isto é, não é todo o município fazendo tudo, mas todos fazendo algo por todos”, concluiu o secretário.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários