Poder

Fábio Macedo chama atenção para precariedade da Rodoviária de Peritoró

Durante seu discurso na Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (24), Fábio Macedo chamou atenção dos deputados e das autoridades competentes, para a situação caótica que se encontra a Rodoviária de Peritoró. O local está depredado com lixo e sujeira por todos os cantos, não apresentando nenhuma infraestrutura que garanta conforto e segurança dos transeuntes.

“Peritoró é um grande entroncamento, sendo ponto de entrada e saída para todo o nordeste, região tocantina (Imperatriz, Tocantins), Belém, além de Brasília e São Paulo. É lamentável a situação deste Terminal Rodoviário, se é que podemos chamar assim, já que o local, para mim é apenas uma grande parada de ônibus, sem qualquer tipo de cuidado e infraestrutura”, disse o pedetista.

O parlamentar ainda relembrou a indicação que fez, solicitando a construção de uma nova rodoviária na cidade, sendo este um dos seus compromissos de campanha.

“A Construção da Rodoviária em Peritoró é uma luta minha, foi um dos compromissos que firmei com a população daquela região. Fiz no início do ano uma indicação, pedindo a construção no munícipio, estive na Sinfra, com o secretário Clayton Noleto e também com o Governador, Flávio Dino. Ontem visitei a cidade, onde fiz o convite Secretário de Mobilidade Urbana, José Arthur Cabral. Olhamos as instalações e conversamos com a população”, afirmou.

Na Tribuna, Fábio Macedo ainda ressaltou ainda que a cidade é um dos maiores centros rodoviários do Maranhão, cujo único terminal é particular e atende a demanda regional, sendo inclusive considerado o pior de todo país. “Lá circulam diariamente 107 Ônibus de viagens, além de vans e taxis que fazem o transporte intermunicipal para os pequenos centros. A importância da construção dessa rodoviária é de suma importância para o Estado e também vital às famílias de Peritoró que dependem desse fluxo de pessoas para tirar o seu sustento, além de garantir o bem estar dos várias pessoas que circulam diariamente”, finalizou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários