Poder

Deputado busca programa que reduz valor do diesel para pescadores

O deputado estadual Júnior Verde (PRB) apresentará ainda esta semana Indicação solicitando à Superintendência da Pesca do Estado o cadastramento de embarcações pesqueiras no Programa de Subvenção Econômica ao Preço do Diesel, do Governo Federal, que possibilita aos pescadores a aquisição de óleo diesel com descontos de até 50 porcento. Ele destacou a importância do benefício nesta terça (22), durante pronunciamento na Tribuna. O prazo para cadastramento encerra no dia 30 de setembro.

Segundo o parlamentar, hoje já existe uma facilidade maior em implementar o Programa no Maranhão, uma vez que os próprios postos de combustíveis que fornecerão o produto podem ser cadastrados. “Se não fizermos o cadastro das embarcações, mais uma vez o Maranhão ficará fora desse Programa”, alertou.

A subvenção consiste em isenção integral do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) proporcionada pelos Estados no momento da aquisição do óleo diesel , no fornecedores de combustíveis habilitados; e repasse pelo Governo Federal de subvenção no valor de até 25 porcento da diferença entre o preço internacional. Dessa forma, o valor do combustível seria bastante reduzido.

Júnior Verde, que é presidente da Frente Parlamentar da Pesca e Aquicultura, também buscará apoio do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), uma vez que a implantação do benefício depende da atuação direta do Executivo Estadual.

“É preciso dar competitividade aos nossos pescadores e nós buscaremos viabilizar esse projeto. É um trabalho de fortalecimento da economia deste Estado e, para isso, temos que dar condições aos nossos trabalhadores”, destacou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Deputado busca programa que reduz valor do diesel para pescadores”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. jOÃO

    ENTÃO VO PEDIR REDUÇÃO DA GASOLINA DOS ADVOGADOS TAMBEM.

    PQ NAO?

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários