Poder

Após ataque, escola de São Luís amanhece com polícia na porta

Uma equipe da PM-MA amanheceu na escola Edson Luís de Lima Solto. Estudante ficou ferida durante invasão de criminosos na sexta-feira (18).

Após um atentado em que uma estudante de 14 anos foi ferida, acontecido na última sexta-feira (18), a Unidade de Educação Básica (UEB) Estudante Edson Luís de Lima Solto, bairro da Gancharia, em São Luís, amanheceu a segunda-feira (21) com segurança reforçada, com uma equipe da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA).

image

O movimento de alunos nesta manhã é pequeno, pelo temor de novas ações. O portão da unidade esteva fechado por cadeado, e foi aberto às 7h20. Ivaldo Duarte dos Santos Júnior, pai de uma estudante de 10 anos, que é morador do bairro, conta que, em geral, uma senhora do departamento de serviços gerais é quem toma para si a responsabilidade da portaria. A unidade, segundo ele, não tem segurança armada há dois anos.

Ele reclama da insegurança no local. “Antes, quando tinha segurança, não tinha essa barbaridade toda que a gente vê hoje. O colégio está aí. Não tem segurança, não tem porteiro. A gente espera o horário para entrar na escola”, disse ao G1. A situação favorece furtos de equipamentos quando não há aulas. “Vandalismo não teve, mas já levaram algumas coisas da escola, porque não tem segurança para tomar conta da escola, quando não tinha aluno”, relata. (Do G1MA).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Após ataque, escola de São Luís amanhece com polícia na porta”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Eduarlisson

    E no Centro de Ensino “Coelho Neto” na Ivar Saldanha,os marginais roubaram a fiação elétrica,inclusive a subterrânea,deixando a convidada escolar a ver navios,visto tudo funcionando de forma precária. Tá na hora dessa patrulha da escola começar a investigar essa malandragem.Pior foi q nem o vigilante pilantra conseguiu perceber os malacoes q cometeram esse vandalismo.Pode isso?

  2. Magda

    Isso aí é questão de segurança publica, o governo precisa dar uma fim na marginalidade que assombra nossa cidade.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários